slide

Veneno - Saga Encantadas

29 junho 2014

Veneno – Repense seus vilões
Saga Encantadas – Livro 1
Sarah Pinborough
223 páginas

Sinopse: Em um reino distante, um velho rei se ausenta para uma batalha, deixando sua bela filha aos cuidados de sua esposa, uma mulher sexy e de extrema beleza que foi obrigada a casar-se muito cedo e que aprendeu a tirar os obstáculos da frente tão logo apareçam.

Branca de Neve não queria que seu pai fosse para a batalha, ela já tinha problemas demais com sua madrasta. Ela não queria usar corpetes apertadíssimos e se portar como realeza, mas sim aproveitar sua juventude e se divertir. Sozinha, na companhia apenas de seus estranhos amigos anões, ela sabe que haverá problemas.

A rainha não teria problema nenhum com Branca de Neve, desde que ela se portasse como uma dama e não como uma selvagem. Aproveitando a ausência do rei, ela ensinará algumas lições à enteada; entre outras coisas, ela quer mostrar quem manda ali. Mas Branca de Neve não é do tipo “pobre mocinha”, “princesa”, “esposa”. E essa disputa de forças vai abalar todos no reino. Seja um caçador de passagem por ali, um príncipe desajustado ou os anões à margem da sociedade: quem escolher um lado pagará um preço muito alto pela ousadia!
Vou inverter a ordem natural das coisas, até porque não gosto de coisas “certinhas” elas me cheiram a armação, manipulação e mesmice. (risos). Será que existe algo no mundo 100% certo, 100% do tempo? NÃOOOO, até porque se assim o fosse tudo seria muito, mas muito chato, afinal no imprevisto, inusitado, existem descobertas, aprendizados, por vezes loucuras saudáveis que mostram vida e renovação.

Como eu disse que inverteria a ordem das coisas, vou começar dizendo que a capa do livro é linda e tem total coerência e ressonância com a estória, o título caiu muito bem, pois é o Veneno não só da maçã que mudará o curso de muitas coisas, existem outros venenos tão mortais quanto, são os venenos que acompanham algumas personagens, tais como inveja, egoísmo, desejo pelo poder qualquer preço, humilhação, desrespeito e muitos outros venenos encontrados também no cotidiano no aqui e agora de cada um.

Apresentou-lhes uma Princesa tipo século 21 e um Príncipe que se revelará machista, comportamento século 21 e pensamento século 19. Mas a ambientação se passa em uma época mais medieval, ok! bem parecido com o conto original, mas imagine uma princesa independente nesta época!

Esta obra é de fácil leitura, rápida mesmo e eu que sou um tanto quanto lerda, pela primeira vez li um livro em apenas duas horas. Sim, meu povo duas horas, talvez um pouco menos, pois simplesmente não conseguia deixa-lo.

Pois bem, a autora Sarah Pinborough realmente tem o dom da escrita e de envolver seu leitor. Ouso dizer que talvez quando criança ouviu e pediu para ler inúmeras vezes os contos de fadas e na medida em que crescia foi se deparando com a realidade nua e crua de que princesas, príncipes, reis e rainhas não existem e deve ter se revoltando muito, então já adulta resolveu reescrever os contos ambientando-os em outro contexto que com certeza não é o contado e mostrado pela Disney, risos. (Isto são apenas elucubrações desta blogueira maluca, risos). Mas a autora é realmente demais.

Então temos uma rainha Lilith que usa sua beleza para alcançar seus objetivos, ela tem parte do sangue nobre e parte vindo de sua bisavó bruxa, esta rainha que teve a mãe queimada no fogo quando o marido descobriu que tinha uma linhagem na feitiçaria, mas Lilith só se salvou graças a sua bisavó que nada mais é que a bruxa de outra estória infantil e terá um papel fundamental, leia para descobrir. Como não tem o amor do povo, ela os governará pelo medo.

“Como sua bisavó tinha lhe ensinado, magia nunca era demais para uma mulher sábia p.20.” “Os homens fazem muitas coisas pela beleza... a beleza tinha uma magia toda própria p.21”.

Branca de Neve tem coração bondoso, solidário, é livre, leve e solta, adora banhar-se nos rios e lagos, domar cavalos selvagens e cavalgar com eles. Ela tem o carisma da mãe, a rainha que em vida era adorada pelos súditos. Tem o bom humor do pai, um rei bonachão, glutão e engraçado que tem o amor de todos do reino. Branca de Neve é linda e invejada pela rainha madrasta Lilith, seja pela beleza, pelo amor que o povo tem por ela que interage com todos, é direta e sabe o que quer; não é uma pessoa com comportamento típico da realeza, é boca-dura diz o que pensa, é sincera e autêntica, não fica fazendo doce e rompe com as regras convencionais, pois o que importa para ela é ser feliz e ela acredita no amor verdadeiro.

“Não tenho nenhum interesse em me comprometer com vocês. Não vão encontrar casamento aqui comigo. Vocês são todos homens bonitos e charmosos, mas só vou me entregar ao amor verdadeiro” p.47.

O Amor verdadeiro existe? Hummmm... Eu acredito nisto e também que a manutenção desse amor sempre depende e dependerá das duas pessoas envolvidas seja na cumplicidade, doação, perdão e construção conjunta de bases sólidas.

Neste reino temos os anões bem fofos, são mais próximos da nossa realidade e concedem um colorido todo especial à trama. São amigos de Branca Neve, trabalham, ou melhor, são explorados pelo reino, nas minas em busca de ouro e pedras preciosas. Destacam-se Sonhador que vive no mundo da fantasia e das estórias lidas nos livros que Branca de Neve furta da biblioteca do castelo para dar a ele. Carrancudo que é sensato, lógico e estrategista. Rabugento e Teimoso com características próprias dos nomes e Cotoco que perdeu a mão em um acidente quando trabalhava em uma das minas, depois do acidente ele ficou mais quieto e resignado, mas era bem humorado, estava sempre alegrando todos, os anões têm esperança que um dia ele volte a ser o que era.

Você encontrará aqui um caçador irresistível que terá um papel fundamental na estória, mas por ser fiel a seus princípios e valores terá o reconhecimento de uma princesa, mas também a ira de uma rainha madrasta que não admite ser enganada, pois para ela o seu desejo está acima de tudo e de todos.

“Somos todos animais. Todos respiramos. Nenhuma criatura é mais valiosa que outra... Toda vida é igual... Toda morte é igual” p.90 (reflexão do Caçador sobre homens e animais selvagens diversos)

Então, você poderá perguntar esta estória não tem príncipe? Sim, tem e é com ele que você se deparará com alguns dilemas e ressignificação de toda estória, preparem-se!

Veneno é realmente um romance muito bom, sensualmente sexy, com umas poucas cenas de sexo na medida certa, mas não é um romance erótico. Muito bem escrito como coloquei anteriormente, então convido vocês a mergulharem na floresta, nas tramas e dilemas de um conto reescrito para adultos que foram crianças e se encantaram com finais sempre felizes, mas que agora enfrentam a beleza e a realidade, às vezes dura, de outra forma, questionando príncipes e vilões. Preparem-se para ler uma estória deliciosa e, de certa forma, surpreendente, uma delícia de leitura.

Gente, achei o máximo encontrar um marcador na contracapa, muito lindo e para quem é apaixonada(o) por marcadores como eu é muito legal encontra-los e destaca-los de cada livro, pois tem nos três livros.

Alguns trechos importantes para mim:

“A natureza era magia em si mesma. Ela cuidava daqueles que a amavam” p.124.

“Havia montes de mulheres nas histórias que andara lendo e ele aprendera que às vezes elas só precisavam ser deixadas em paz para pensar. Mais histórias teriam tido um final melhor se os homens tivessem visto isso com a mesma clareza que Sonhador” p.124/125.

Então, sejam enfeitiçados e encantados de forma diferente e divertida em alguns momentos.

Beijos estalados e encantados!
Tânia Bueno




11 comentários:

  1. Oi Tânia,

    Tudo bem?
    Tenho ouvido várias críticas positivas a essa série e a sua não é exceção! o que tem feito aumentar o meu interesse pela série, sei que já deveria ter lido, mas a Única traz tanto livro bom que fica difícil escolher.
    Com certeza será a próxima série a pedir para ler.

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Se eu tivesse lido sua resenha antes, já tinha pedido Veneno pra Única há muito tempo. Eu sempre peço outros, enrolando à beça, mas o próximo vai ser esse (mesmo que fiquem séries incompletas). Adoro releituras de clássicos e contos de fadas, então acredito que eu vá gostar deste também, até porque curto protagonistas independentes dos séculos passados.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, achei super interessante essa releitura para adultos! Vou colocar na minha lista!
    Beijos
    Porão da Liesel

    ResponderExcluir
  4. Olá Tânia,
    Eu estou doida pra ler esse livro, mas nunca solicito a editora.
    Adorei a sua resenha.
    Amo releitura de contos de fadas e todos falam muito bem desse livro.
    Sei que vou amar.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiiiiiiii
    Nossa, não havia ouvido falar nesta série e só de ler sua resenha já estou apaixonada por ela. Que capa é essa?!?!?!?

    Listinha aí vamos nós!

    Bjocas

    ResponderExcluir
  6. Oieeee, eu amo esta série, primeiramente por causa das capas maravilhosas e depois por causa das histórias incrivelmente surpreendentes e gostosas de serem lidas. Eu já tive oportunidade de ler este volume e também o segundo volume (Feitiço), e amei os dois, estou com Poder aqui e quero ler em breve. O que mais me surpreendeu neste primeiro volume com certeza foi o final surpreendente rsrs.

    Abraços.

    http://vampleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Tania.
    O que eu acho bacana dessa editora é isso, eles colocam o marcador preso na contracapa, dessa forma todo leitor terá um marcador personalizado.
    Quanto a história de Veneno, eu não consegui uma conexão, não gostei dessa forma de recontar o clássico conto de fadas, mesmo com todos os pontos que você destacou.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  8. Eu tambem curti muito encontrar os marcadores na capa *-*
    Até porque eles são lindíssimos! Achei uma bela sacada de marketing da editora..
    Já a história não me conquistou. Demorei muito a terminar o livro e sinceramente acho que não fluiu. Como eu comprei todos os livros, eu vou insistir no segundo... espero que eu curta mais =)

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  9. Olá Tania, tudo bem???

    Menina que resenha maravilhosa... Eu gostei muito de tudo que li aqui viu... Fiquei realmente encantada com a história... Se antes queria a leitura desse livro agora quero muito mais... Essa parte de que a princesa não é aquela certinha dos nossos contos de fadas.. é mega maravilhoso saber... deixa essa parte de ilusão para a criançada... Nussa você leu em duas horas... que máximo!!! Acredito então que vou devorar... Xero!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá

    Muita gente fala bem desse livro, mas eu não me interesso tanto. O único livro de reconstituição dos contos de fadas que eu gostei de ler foi Dragões de Éter, que inclusive pretendo ler o segundo volume já nesse mês. No mais, gostei da resenha, parabéns!

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  11. Adorei suas colocações sobre a capa e o título, realmente Veneno tem pra todo lado nessa história! hehe... E gostei mais ainda das suas suposições sobre o que levou a autora a escrever algo assim! rs... Concordo com você, a escrita do livro é muito boa, a autora desenvolveu a história de uma forma mega viciante. Fiquei mega chocada com o príncipe! E não tive coragem de destacar o marcador, vai ficar pra sempre lá grudado!! hahaha...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir