Malévola: A história da Fada das Trevas - Serena Valentino

12 maio 2018


Avaliação:

Resenha por: Tânia Bueno
Título: Malévola: a Rainha do Mal - A história da Fada das Trevas
Autor(a): Serena Valentino
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Infantojuvenil
Páginas: 240
Adquira o seu: Buscapé
Adicione no: Skoob
Sinopse: Era uma vez uma adorável e indefesa donzela que dorme profundamente anos a fio – vítima de uma maldição – antes de ser resgatada pelo belo e corajoso príncipe encantado. Mas essa é apenas a metade da história.
E quanto à Fada das Trevas, Malévola? O que a levou de fato a sucumbir à maldade e ao ódio a ponto de desejar o mal de alguém? Por que ela amaldiçoa a princesa inocente?
Este é um relato passado ao longo dos séculos. É uma história de amor e de traição, de magia e de fantasia, de perdão e de arrependimento. É a história da Rainha do Mal.
A autora Serena Valentino realmente tem a pegada para repensar, entender e reescrever contos de fadas conhecidos e sempre apresentados somente na visão dos bonzinhos heróis e passam os tais ensinamentos há décadas e décadas de que as histórias têm somente um lado, quando na verdade não, e eu digo mais, as histórias têm sempre três lados, ou seja, o dos personagens “bonzinhos”, o lado dos “vilões” e o lado de quem lê que retira os ensinamentos e suas próprias conclusões.

Ok, eu entendo que para melhor compreensão na cabecinha da criança só cabe coisas simples  bom e mau e nada mais, mas depois que vamos crescemos experimentamos novos desafios e enfrentamos outras versões de tudo. Quem foi que disse que o vilão do momento sempre foi assim? Não, não nasceu vilão ainda que os outros sintam, vejam ou infiram carga negativa, penso que as vivências, muitas vezes, determinam algumas ações/atitudes tresloucadas e mudam o que em tese estava “predestinado”, não estou com isso justificando as maldades, guerras e destruições, mas sim desejando que entendamos como o vilão chegou aonde chegou e a autora em suas obras trabalha divinamente esta questão.

Confesso que tenho certo apreço por alguns chamados vilões e uma delas é Malévola que sempre foi injustiçada, rejeitada desde bebê. Na versão da autora Serena Valentino, Malévola foi concebida pela magia das Irmãs esquisitas e deixada no buraco de um tronco de árvore na Terra das Fadas para atrair a irmã da Fada Madrinha, Babá que é mais justa e coerente que a Fada Madrinha – Babá no mundo das Fadas é conhecida como Aquela das Lendas, esta sim  viu o lado bom de Malévola quando a encontrou e negou o que viu de não muito bom. Babá aprontou o maior escarcéu por ninguém tê-la recolhido e deixado ela aos cuidados dos Corvos, seus melhores amigos para toda a vida.

“Ainda não perceberam que o sol não se levanta e se põe segundo a vontade das fadas? Existem outras criaturas no mundo, minhas caras! Criaturas lindas, adoráveis e poderosas que não se parecem nem comigo nem com vocês! “ (pag. 48)

Ah! Quase me esqueci da pergunta que você me fez mentalmente sobre quem são as irmãs esquisitas. São as bruxas Martha, Lucinda e Ruby que está presente em todos os livros recontados da autora. Elas são divertidas, mas cometem um monte de atrocidades e neste livro são punidas de alguma forma por praticamente tudo e tem uma revelação jamais esperada sobre elas e a bruxa irmã boa Circe.

Aliás, neste livro encontramos outros personagens e sabemos um pouco mais sobre suas vidas, Branca de Neve e Aurora, por exemplo. Gente; prepare-se para saber uma informação bombástica sobre a Princesa Aurora. Repense tudo que sabe sobre a maldição lançada por Malévola sobre Aurora e se surpreenda tipo: Oh!! Sério! Como assim?!?! Aham... Não conto mais não, terá que ler o livro para saber. Surpreenda-se também com o que aconteceu com a madrasta da Branca de Neve, coisa mais linda.

Sim esta é a história de Malévola a Fada das Trevas que sofreu todo tipo de abuso por parte das outras fadas, incluindo as três sonsas Fadas de Aurora e a Grande Fada Madrinha outra tonta que só enxergava o que queria e que sim cometeu erros também, ok. Fez coisas boas, mas fez outras não boas, pode acreditar.

Reflexões:
1 – Não desperte o monstro adormecido de ninguém e se o fizer se prepare para os resultados das suas ações e depois não fique pagando de coitado ou coitada.
2 – Lembre-se a 3ª lei de Newton está presente no cotidiano de todas e todos, ou seja, toda ação provoca uma reação.

3 – Seja um detetive meticuloso(a) e procure o lado bom das pessoas, das coisas, da vida... Sim existe o lado bom de tudo.

4 – Não julguem pela aparência, porque você certamente se dará mal.

5 – Existem famílias ou parentes doentes e olha o que uma das Bruxas pensa sobre a família de Úrsula, mais precisamente sobre seu irmão o Rei Tritão:
“familiares são capazes de causar mais danos do que qualquer outra pessoa. Famílias eram um sofrimento verdadeiro. Elas têm a capacidade de lhe arrancar o coração como ninguém mais. Podem destruir seu espírito e deixa-lo sozinho nas profundezas emaranhadas do desespero. Famílias podem arruiná-lo, mais até do que um amante seria capaz, e certamente pior do que o mais querido dos amigos faria. Famílias detêm esse poder sobre você." (pag. 22/23)

6 – Meu viva a Malévola Uhuuu!! Veja isso: 
“Por que uma jovem precisa de um homem para salvá-la Por que uma princesa não pode lutar pela própria vida, romper sua própria maldição? Por que tem sempre que ser um príncipe? Por Hades, quero matar o Príncipe Felipe só por princípio, só para não termos mais um príncipe beijando uma garota adormecida e indefesa, fazendo com que ela sinta que deve se casar com ele por gratidão. (pag. 120)

7 – Malévola novamente me representa. hahaha
“Está tudo escrito, então? Predertminado? Por que nos importamos em viver então? (pag. 217). 

E lembrem-se minhas crianças grandes algumas fadas nascem com o coração de bruxa e isso é lindo, assim como algumas bruxas podem ter o coração de fada. “Uma fada pode muito bem ser uma bruxa, assim como um humano poderia, se fosse capaz de executar o tipo certo de magia.”

Gostei demais da leitura que é envolvente magicamente, nos confronta e nos coloca para pensar fazendo a ligação do livro com as nossas vivências no mundo dos humanos. Vale a pena ler este livro? Claro que sim.

Beijos mágicos e realistas
Tânia Bueno

Comente com o Facebook:

34 comentários:

  1. Se tem uma coisa que admiro são releituras, pois o autor tem que ser criativo o suficiente para não plagiar, mas tem que manter a essência da história original.
    Fiquei curiosa em como a autora conseguiu inseriu outros personagens dentro do enredo, vou ter que ler para matar a curiosidade. Mas o que mais me chamou a atenção foram as frases de destaque, quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem?
    Sou apaixonada por esses contos modernizados.. Recontados de forma a alcançar os dias atuais. Tenho coleção na minha estante.

    Amei sua resenha e fico muito contente em encontrar alguém, que como eu, tenha curtido também a leitura.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Malévola sempre foi uma personagem tratada de forma errada.
    Sua história é de sofrimento, abandono e abusos que a transforaram em um ser perdido, carente e com uma visão de que todos somos cruéis e atraídos pelo Mal.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tânia, que resenha mais empolgante, mulher! Eu já queria muito ler esse livro e agora que li a sua opinião sobre ele é que eu quero muito mais. Eu amo releituras e esse livro parece ser exatamente do jeito que eu gosto.

    ResponderExcluir
  5. Ainda não tive a felicidade de ler este livro, e que ótimo ver quantas boas reflexões ele trás ao leitor.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  6. Oiii Tânia

    Sempre quis saber como são esses livros da Serena Valentino e adorei conhecer um pouco deste de Malévola na tua resenha, Amo essa capa e acho que a história super vale a pena. Eu adoro retellings, principalmente aqueles que envolvem a gente e surpreendem pelas mudancas inesperadas. Adoraria ler.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Tânia!! Estou com esse livro pra ler e sua resenha me deixou mega animada. Adorei essa parte das reflexões, adoro a Malévola, ela é injustiçada mesmo e mal vejo a hora de ver como foi retratada nesse livro. Adorei os quotes com as falas dela, com certeza me representa também! Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Olá, amei a sua resenha desse livro! Eu sempre gostei muito de contos de fada, fabulas, assistir as adaptações e agora de reler as recontagens dos contos de fadas. Sempre me perguntei porque todas esses contos tinham apenas um lado, porque sempre tínhamos várias informações sobre os mocinho e quase nada sobre os vilões, sua resenha mostrou para mim que tudo é uma questão de ponto de vista, e já estou louca para ler esse livro também. Eu assisti o filme da Malévola com a Angelina Jolie, gostei muito de tudo.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  9. Oi Tânia, eu sou apaixonada por contos de fadas recontados e fã da Malévola. Já estou louca para comprar toda essa coleção. Tua resenha ficou incrível, especialmente os trechos (frases) que tu selecionou no final.
    Bjos
    Vivi
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Estou adorando essa coleção,já li o da Fera e tenho outros aqui em casa. É interessante pensar no outro lado do vilão, a história d como ele se tornou "mau". E acho que hoje em dia as crianças já estão pensando em querer saber mais sobre essa coisa de bem/mal, vejo na escola as perguntas que fazem hehe

    ResponderExcluir
  11. Oi, meu bem.

    Eu li um dos livros dessa coleção, aquele da Fera. Achei interessante, embora eu não tenha achado maravilhoso. Em relação a maldade ou um sentido vilanesco, é algo contemporâneo. Antigamente, alguém podia ser só assim, sem precisar de mais nada, o que eu acho legal também. Mas entendo sua perspectiva pela busca sa coerência.

    Parabéns ;)

    ResponderExcluir
  12. Oi!

    Mulher... Não imaginava como a Malévola sofreu. Olha que no filme não trouxe essa parte da infância dela. Gostei muito da resenha!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Isso é verdade toda ação tem sua reação, eu adoro esse conto de fadas de verdade.
    A Angelina es´ta maravilhosa nesse filme.

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Amo a malévola haha, gostei muito da sua resenha, mas ainda prefiro ela nas telinhas. O fechamento com as reflexões foi ótimo!! hhaha

    ResponderExcluir
  15. Eu to doida por este livro haha, toda história tem dois lados e com a malévola não seria diferente não é mesmo?! Adorei a resenha, preciso urgente ler este livro!

    ResponderExcluir
  16. Oláaaaa!
    Eu gosto tanto da Malévola, o jeito mal dela me encanta rs Adorei a sua resenha, fiquei super curiosa para ler o livro e me aprofundar um pouco mais nele. Amei <3
    Beijos,
    www.pensamentosvoados.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Sempre vejo esse livro quando vou em livrarias e catálogos, morro de vontade de ler e saber mais sobre a história da Malevola que é uma vilã que eu adoro! Adorei a resenha, seu blog é muito lindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. A resenha ficou ótima ..Mas é uma pena o seguimento do não sou muito fa e penso que não conseguiria ler.
    www.robsondemorais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Eu acho muito legal esses livros que a UdL têm lançado, pois eles nos fazem pensar que o mal não é tão mal assim, né? Eu achei muito legal a forma como você escreveu sua resenha e, principalmente, as reflexões que colocou ao final de seu post.
    Espero que a oportunidade de ler esse livro surja logo.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Primeiramente, gostei muito das suas 7 reflexões. Ainda não tive a oportunidade de ler essa série dos vilões, mas sem dúvida, me interessa bastante por eu ser apaixonada pela Disney!

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu adoro releituras de contos de fadas, especialmente essas que trazem uma nova perspectiva para os vilões. Confesso que já vi as capas desse e dos outros livros dessa série por aí, mas nunca pensei em comprar.
    Porém, sua resenha despertou minha curiosidade. Não sei porque não tinha me interessado antes, mas parece ser uma leitura bem interessante e envolvente. Além disso, fiquei curiosa para saber o que será revelado sobre a aurora haha.
    Adorei a resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. A sua resenha ficou excelente. Acho interessante ver o outro lado da história. Não sei se leria, mas a proposta é boa.

    ResponderExcluir
  23. Oi, Tania!
    Ótima postagem. Eu amo contos de fadas e até simpatizo com alguns vilões, apesar de não apoiar suas maldades. Esse é um livro que vale a pena ler e saber o que foi que provocou tanta maldade nessa bruxa, a Malévola! Não há maldade que não tenha lá no fundo um pouco de bondade, a questão da maldade é a questão de alimentar o leão certo. Tenho pena de alguns malvados na história...
    Obrigada pelas reflexões maravilhosas! rsrsrs
    Grande abraço,
    Drica.

    ResponderExcluir
  24. Olá! Amo releituras e essa não poderia ser diferente! Amo a Malévola, assisti ao filme (muito bom) e logo pretendo ler este livro tbm.. A resenha ficou ótima!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  25. Confesso que não sou chegada a releituras de conto de fadas nem similares, são livros que dificilmente eu leria. Mas tenho uma leva de amigos que amam de paixão, é aquela coisa: gosto. Mas de qualquer forma eu gostei muito de conferir sua opinião, muito obrigada mas deixarei passar dessa vez.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Olá
    Acho bem legal as releituras de contos de fadas, só sinto um pouco de receio porque nas resenhas que leio parece que os autores tentam dar uma justificativa para que os vilões sejam vilões, é quase como passar a mão na cabeça de atiradores de escola e perdoa-los só porque os 'pobrezinhos' sofreram bulling, preferiria que os autores abraçassem a vilania e criasse histórias com elas e não ficar criando desculpas para o personagem agir daquela maneira.

    ResponderExcluir
  27. Oi Tânia. Eu AMO releituras de contos de fadas, da forma que for. E, confesso, que sou louca para ler essa coleção das vilãs. Conhecer o lado delas da história - apesar de não entender até hoje, terem colocado o Fera também rs, mas talvez, só lendo, não é?! Adorei as reflexões que você trouxe e gostei também da parte que você fala que tudo o que elas são, são umas construção de coisas que fizeram com elas. Aprendi isso lendo Wicked. Se não leu, te recomendo! Arrasou nessa resenha e me deixou com muito mais vontade de ler os livros. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  28. A pouco tempo li um dos livros dessa série, contando o lado da Fera da Bela (tem resenha lá no blog). Gostei e achei bem interessante.
    Foi ótimo conferir suas impressões e reflexões. Quem sabe eu leia esse também!?

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  29. Olá, tudo bem? Gosto bastante desta proposta que a editora está trazendo, diversos livros de "vilões" e espero começar um dia a lê-lo (ainda não tive oportunidade). Também sempre gostei muito da Malévola, por isso acho que irei gostar da leitura. Dica anotada <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Olá Tânia, adoro essa releituras que trazer o lado dos vilões e pelos seus comentários a autora soube muito bem trabalhar a historia da Malévola *-* Adorei a resenha e sem duvida vou querer lê-lo em breve *-*

    ResponderExcluir
  31. Gosto muito da proposta que as releituras apresentam, mas ainda não tive oportunidade de ler uma.
    Malévola é uma personagem que gosto bastante e por isso já vou adicionar esse livro na lista de desejados.
    Adorei a forma que você escreveu a resenha.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  32. Eu adoro releituras, quando elas nos proporcionam momentos e experiências como as que você descreveu, eu sempre tenho receio que a história seja descaracterizada demais ou que simplesmente não tenha lógica... Amei ler a sua resenha e anotei a dica!!!

    ResponderExcluir
  33. Oi Tania.

    Eu não sabia que este livro abordava assuntos tão interessantes assim. Eu adorei conhece-lo melhor através da sua resenha. Ainda mais que você mencionou que a autora tem a pegada para repensar, entender e reescrever contos de fadas. Estou adicionando na minha lista de desejados. Parabéns pela resenha.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Adoro livros que são releituras de clássicos, portanto, já é uma obra que pretendo ler... Dica anotda!
    Bjo

    ResponderExcluir

Autores Parceiros