slide

PAIXÃO SEM LIMITES

29 julho 2014

Paixão sem limites
Abbi Glines
184 páginas

Em Paixão sem Limites, primeiro livro da trilogia SEM LIMITES que faz parte da Saga Rosemary Beach, encontramos a jovem Blaire Wynn de 19 anos que teve que amadurecer rapidamente após a morte da irmã gêmea em um acidente de carro dirigido pelo pai que não suportando a culpa abandonou a esposa e a filha, após três anos a mãe de Blair morre depois de lutar bravamente contra um câncer e agora sem ter onde morar já que teve que vender a casa para custear o tratamento da mãe, sem dinheiro e com uma picape caindo aos pedaços, recorre ao pai que reside com a atual esposa na Praia de Rosemary/Florida, localidade de ricos e famosos. Ao chegar à casa do pai se depara com uma casa luxuosa em festa, onde foi abordada por Grant e por Nannete, supostamente sua irmã por parte de pai, esta a ignora completamente agindo de forma arrogante. Grant, no entanto é um amor de pessoa e acabará sendo um amigo de verdade de Blair.

“Precisei cuidar da minha mãe, mas não tinha ninguém para cuidar de mim” P. 9

Você poderá estar perguntando, mas cadê o protagonista? Gente, apresento-lhes Rush Finlay de 24 anos, filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Rush um badboy desejado por todas as mulheres do pedaço e as usa sem nenhum pudor e elas o aceitam como vier. Ele é um espetáculo a parte, rico praticamente sustenta toda a família e os caprichos da mãe, é o protetor da irmã Nannete que cresceu sem o pai sentindo-se rejeitada e por vezes deixada pela mãe, Rush desde muito pequeno cuidava dela assumindo responsabilidade que não deveria ser de uma criança e isto se prolongou durante a sua adolescência e agora a fase adulta. Ele sempre a mimou e prometeu que ela sempre estaria em primeiro lugar. Até quando?

Por alguma razão nosso badboy “tudo bom.com” não recebe muito bem Blair, pois não gosta do pai dela por achar que este é um aproveitador e Blair sente-se novamente abandonada, já que o pai disse para ela ir para lá e viajou para Paris. Um absurdo, não é? Que pai é este? Mas, espere não atire pedras “ainda” neste pai, eu mesma o detestei por ser tão inseguro e frouxo, mas como tudo na vida tem uma razão de ser precisamos aguardar e somente então decidirmos o veredito.

Bom, Rush convencido pelo irmão de consideração Grant, resolve deixar Blair dormir em um quartinho minúsculo de empregada que fica embaixo da escada. Gente Grant é simplesmente um amor de pessoa, se preocupa com o bem estar dos outros, em especial, com Blair. Ela fica sem gasolina e com apenas 20 dólares para se alimentar, precisa escolher entre comer e colocar gasolina. Mas, eis que no dia seguinte à sua chegada se surpreende com o tanque cheio e logo descobre que foi o fofo e gentil Grant que teve esta ação linda.

Nossa protagonista com toda sua determinação se compromete a sair da casa em um mês, assim que conseguir um emprego e algum dinheiro para moradia e alimento, ela realmente não deseja incomodar. Mas, é notória a atração faiscante entre ela e Rush, ele tenta de todas as formas ser hostil, rejeitá-la e fugir dela e tudo porque existe um segredo bombástico que todos, incluindo família e amigos, conhecem menos a nossa protagonista. Este segredo poderá ser a ruína de muita coisa, muitas relações e esperanças.

“Tirei o meu queixo da mão dele. Ainda que ele estivesse me deixando dormir na sua casa não gostava que me tocasse. Ou talvez gostasse e fosse justamente esse o problema. Não queria gostar que ele me tocasse.” P.35 ...“Sentia uma atração por ele que não conseguia explicar. Quanto mais ele mantinha distância, mais eu queria me aproximar.” P. 41

“Tem coisas sobre mim que você não sabe. ...você é tudo aquilo que um cara como eu deve ficar longe. Eu não sou a pessoa certa para você.” P.62

“Não posso tocar em você. Quero tanto fazer isso que está doendo, mas não posso. Não vou magoar você. ...no final nunca me perdoaria”. P.63

Abbi Glines nos presenteia com personagens bastantes singulares, tirando a irmã de Rush por parte de mãe Nannete que é uma patricinha amarga, mimada, dissimulada, arrogante que gosta de humilhar as pessoas e sempre ser salva pelo super irmão gostosão, destaco a seguir as personagens que mais gostei por algumas razões e que você descobrirá quando ler esta trama deliciosa que terá continuidade em outro livro já publicado com o título de Tentação sem limites.

Vamos lá, temos Woods que se interessa de cara por Blair e acaba facilitando a vida dela no trabalho, já que é filho do dono do clube onde ela arrumou emprego, mas Rush se roerá de ciúmes do moço. No trabalho Blair terá duas pessoas amigas de verdade e fofas Jimmy, um garçom assumidamente gay, que não deixa transparecer sua opção sexual e a mulherada mais madura que frequenta o clube adora flertar e ser atendidas por ele e de quebra ele ganha gorjetas gordinhas. Jimmy é muito engraçado, tanto quanto os meus amigos gays que adoooro. Conheçam também a colega desmiolada do clube Bethy, que vive sua sexualidade sem limites, uma doidinha que Blair ajudará a se valorizar e não ser presa tão fácil dos sócios do clube.

Apesar de ser uma trama com alguns clichês é muito bem escrita, envolvente, com cenas picantes, enfim o conjunto da obra é muito positivo e lindo. Eu, particularmente gosto muito de enredos assim e não dou a mínima para os clichês que podem sim ser legais e proporcionar ao leitor um momento sonhador.

Então, convido você gosta de uma romance com um pouco mais de pegada, é um new adult, mas com muitas tramas envolvidas que vamos descobrindo e entendendo algumas no processo, poderá ser que não gostemos de algumas figuras, ainda que tenham os seus motivos, afinal quando lemos um livro não estamos jamais sozinhos(as), mas em relação com as personagens e a autora.

Trata-se uma leitura gostosa, rápida e fluida, que nos leva em alguns momentos a refletir sobre comportamentos; também nos convida a nos colocar no lugar do outro sentir suas dores, revoltas e elaborar algumas questões para então começar, recomeçar, reviver, etc...

Beijos apaixonados
Tânia Bueno


22 comentários:

  1. Tania eu já li essa série e adoro o Rush , nesse primeiro livro há cenas que minha vontade era de bater nele rs . Blaire é uma fofa guerreira que muitas vezes nem merece o que acontece a ela . Concordo com você é uma leitura muito gostosa repleta de emoções . Leiam vão adorar .

    beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
  2. Durante a leitura pensei em umas três possibilidades para o segredo que você mencionou na resenha. A história parece ter um bom desenvolvimento. A leitura é para aquelas horas que você não quer nada pesado, quer uma leitura que flua. A história chamou a minha atenção pelo fato da protagonista ter sofrido algumas perdas da vida, assim como eu. Fico querendo saber como ela deu a volta por cima!
    Beijos
    Porão da Liesel
    Facebook: Porão da Liesel

    ResponderExcluir
  3. Olá Tania tudo bem? Minha relação com Abbi teve altos e baixos, primeira mente eu odiei Paixão sem Limites. achei bem fraco mesmo com diálogos fracos. Mas em tentação ela melhorou em muito e em Estranha Perfeição ela me arrebatou!

    Agora ela tem uma nova fã ^^

    Ahh proposito, achei seu blog por acaso na net e eu AMEI, estou te seguindo já e se quiser conhecer meu cantinho também sera super bem vinda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  4. Oi Tania
    Eu já li Paixão sem limites e Tentação sem limites, e apesar de os livros da Abbi serem rodeados de clichês a narrativa é viciante. Eu gostei do Rush, mas tenho meus problemas com ele, mas em Tentação sem limites ele melhorou. Meu amado, lindo e maravilhoso é Woods. Aff.. Nannete é horrível, odiei essa protagonista egoísta e dissimulada. Um outro casal que eu achei fofos foram Bethy e Jace, apesar de tudo, eles são lindos juntos. O bom dessa série é que os personagens são de grande importância para a história e ainda bem que tem livros sobre eles.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  5. Alguns clichês? Só tem clichê na premissa! Rs
    Apesar disso, como faz meu estilo de leitura, eu gostaria de lê-lo. Se a autora souber desenvolver bem, o clichê torna-se irrelevante. Ainda não li nada da Abbi, tenho curiosidade de saber como ela escreve.
    Beijinhos!
    Giulia - prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Olá Tania

    Não me interesso muito por livros do tipo, já vi diversos comentários tanto de elogios quanto de críticas pesadas com relação a este livro e ainda não tive curiosidade de tentar descobrir um pouco mais desse estilo literário. Quem sabe um dia, mas não agora. Gostei da resenha!

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu já li esse livro e me apaixonei pelos personagens.
    Achei a histórai incrível e não estou nem aí para os clichês.
    A Abbi Glines escreve super bem e sabe nos envolver.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu confesso que não tenho lá muita curiosidade em ler esse livro, vejo muuita gente que ama ele, mas não sei se eu gostaria sabe? Talvez mais para frente eu venha a me interessar, mas por enquanto eu dispenso a leitura dele.

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  9. Oi Tania

    Pretendo ler "Paixão Sem Limites" assim que li pela primeira vez a sinopse do livro. A história parece muito envolvente e quero muito descobrir o segredo que impede Blair e Rush.
    Parabéns pela resenha incrível.

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Tania,

    eu fiz o caminho inverso, comecei pelo livro do Woods, rsrsrsrsrsrs e simplesmente devorei e amei.
    Realmente a escrita da Abby e leve e ela consegue trabalhar com temas complicados de forma descomplicada. Sim, tem clichês, mas a história deve ser ótima.

    beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, Tania!
    Já vi esse livro várias vezes na livraria, algumas vezes tive a curiosidade de lê-lo, outras tive medo que pudesse se perder nos clichês de romances e livros eróticos que tem brotado do chão hoje em dia. Gosto muito de romances e gêneros semelhantes, mas gosto principalmente quando a história é bem trabalhada. Parece que pela sua resenha o Paixão Sem Limites tem clichê sim, mas a forma como a autora o abordou o tornou insignificante. Vou dar uma oportunidade a ele!
    Beijos!
    http://cantaremverso.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. Essa Nannete deve ser mega insuportável... rs... todo mundo faz questão de falar (mal) dela! Não ligo para clichês quando o livro é bem escrito, mas ainda não sei se lerei a série. Ela é bem grande (se a gente considerar todas as séries que formam a série maior) e já estou com muitas sagas pela metade, ou nem iniciadas mas já compradas. Mas que bom que achou a leitura gostosa e que ela fluiu pra você! =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oieee, eu já li este e o segundo volume, confesso que fiquei apaixonado pela história e pelos personagens, a autora conseguiu me conquistar de primeira rsrs, como você disse na sua resenha o livro possui uma leitura gostosa, rápida e fluida e estes foi um dos principais pontos para eu amar os livros e lerem eles em apenas algumas horas cada um rs, enfim, a série é perfeita e estou muito ansioso para o terceiro livro rs, Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Oie Tania, tudo bom?
    Primeiramente vou logo dizendo que sou super suspeita pra falar desse livro. EU AMEI! Tudo, de ponta a ponta, todas as páginas, a capa, tudo!!!! Na verdade amei todos os da Abbi que li *-*
    Adoro a narrativa e concordo contigo, o livro é pra quem curte pegada hahaha' E flui tão bem que nem vemos a hora passar.

    Beijos!
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Tania, tudo bem?
    Já perdi a conta de quantas resenhas eu li desse livro. Mas a sua foi a mais diferente de todas, você me contou a história de um jeito que ninguém fez antes. Agora, eu enxergo nossos protagonistas com outros olhos. Simplesmente adorei!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Só de pensar que eu já tive n chances de comprar esse livro...
    Eu não me importo com os clichês, se a autora souber desenvolve-lo eles ficam melhores ainda. e pelo visto a Abby faz isso muito bem.
    Espero tambem gostar tanto assim do livro <3

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi Tania!!!
    Eu amo os livros da Abbi! Já li quase todos! Os personagens dela são muito apaixonantes! Eu gostei muito desse primeiro livro, mais fui me apaixonando mesmo ao longo da série, espero ver os outros livros aqui!
    Um grande Beijo!
    Paulinha Juliana - Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  18. Olá Tânia, tudo bem?

    Eu amo os livros da Abbi Glines <3 . Mas acho que o livro que retrata a vida do Woods é mais lindo ainda *-*. Dê uma chance!

    Beijo

    ResponderExcluir
  19. Olá Tania
    Tenho esse livro aqui para ler, mas ainda não tive a oportunidade e o que me mataaaaa é que todas as resenhas falam desse segredo, mas nunca tem uma pista.
    Amei sua resenha e fiquei ainda mais curiosa.
    Beijos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  20. Oi Tania,
    Já li algumas resenhas desse livro, mas infelizmente nenhuma me ganhou ou despertou minha curiosidade, talvez seja pelo tema em si, quem sabe um dia acabo mudando de ideia.
    Eu gosto de leituras bem clichês, e gostei da protagonista por ser tratar de uma jovem tão ser tão forte e determinada, porém o que não me agrada tanto é essa pegada mais forte, ultimamente estamos cada dia encontrando mais e mais leituras nesse estilo, deixando muito livros que tem tudo pra ser tão bom sem essa apelação digamos assim, enfim por enquanto não pretendo ler essa serie, mas sua resenha deixou um ar de curiosidade.
    Beijos Mari - Stories And Advice – Minha Opinião Poder

    ResponderExcluir
  21. Olá, Tania! Tudo bom?

    Já li algumas resenhas dos livros da Abby, mas não consigo gostar de nenhum deles. Vale salientar também que sou daqueles que julga um livro pela capa (e todas da série são podres D:). Enfim, fico feliz que tenha gostado, mas essa leitura eu passo.

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir