slide

Cartas de Amor de Paris

20 setembro 2015


Resenha por: Tânia Bueno
Título: Cartas de Amor de Paris
Autor(a): Samantha Vérant
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Romance não ficção
Páginas: 288
Compre e Compre: Submarino
Adicione: Skoob
Nota:


Oi Gente Linda, tudo bem?

Hoje trago para vocês a resenha da apaixonante história real: Cartas de Amor de Paris que recebi de cortesia da parceira maravilhosa Universo dos Livros.
Sinopse: Cartas de Amor de Paris - Vinte anos depois do primeiro encontro, Samantha finalmente descobre o amor de sua vida...
Aos 19 anos, Samantha Vérant conheceu o encantador Jean-Luc em uma curta viagem à França. Eles aproveitaram o clima romântico de Paris e, quando ela voltou para casa, ele escreveu sete lindas cartas de amor – que ela nunca respondeu.
Vinte anos mais tarde, à beira de um divórcio e se perguntando em que ponto sua vida começou a dar errado, Samantha encontra as cartas de Jean-Luc. Ela então o procura na internet para enfim responder às cartas com um longo pedido de desculpas atrasado. Então rapidamente descobre que a conexão entre ambos continua tão forte quanto no dia em que ela o deixou sozinho em uma plataforma de trem em Paris.
Samantha sabe que ir à França para reencontrar o homem com o qual dividiu apenas um dia ensolarado e cheio de paixão é loucura! Mas é por este tipo de loucura que ela tem esperado a vida inteira...
Cartas de Amor de Paris é um presente compartilhado pela autora Samantha Vérant com o mundo, é uma história real de amor que aconteceu com ela, marcou para sempre e nem o tempo (20 anos depois) apagou. Sabe aquelas história que vivemos e que nos marca para sempre? Aquelas que às vezes deixamos em uma caixinha escondida no coração e na cabeça? Mas, como a caixinha não tem cadeado e nem chave, estas lembranças saem dessa caixinha e nos fazem reviver sentimentos, alegrias, vivências que foram prazerosas e dependendo do momento nos dão muita saudade. Quem não tem ou não teve saudade de algo vivido e não concluído? Quem em algum momento da vida não se perguntou e se eu tivesse acreditado mais, investido mais? Pois é, esta é uma história que foi vivida um pouquinho, mas não foi concluída e o que fazer quando as lembranças voltam como fantasminhas? Leia para descobrir.

Para não deixar você com uma interrogação no rosto vou situar um pouquinho. Samantha nome da personagem e da querida autora, afinal é a história dela razão pela qual os nomes foram mantidos. Ela estava desempregada, em um casamento falido, prestes a completar 40 anos e em crise por várias questões e razões, Samantha começa a lembrar dos seus 19 anos, época em que fez uma viagem com sua melhor amiga para conhecer a Europa e, em especial, Paris onde conheceu o francês Jean-Luc na época com 26 anos, ele queria mostrar a França inteira, ou melhor ele queria mesmo mostrar o mundo a ela em uma semana, mas não pôde, ela seguiu para outra parte da Europa e depois voltou aos Estados Unidos. 

Gente, Jean-Luc é o tipo de homem que se assume romântico, acredita no amor, tem conhecimento, sabe dialogar, é paciente e se apaixonou por Samantha no primeiro olhar, mas infelizmente não conseguiu o tempo de que precisava para mostrar tudo isso a Sam. Quando ela voltou para os Estados Unidos, ele escreveu sete cartas para ela, que as leu, não respondeu e as guardou.

Mas, 20 anos depois a chama da paixão misturada à curiosidade, aliada a questionamentos de como teria sido se tivesse respondido na época as cartas do francês Jean-Luc que muitas mulheres que conheço gostariam de ter como marido/companheiro, isso pelo romantismo da escrita dele. Samantha resolve criar o blog do amor (www.sevenloveletters.blogspot.com) para compartilhar as cartas com o público. Acredito que foi uma forma de ela reviver sentimentos e emoções vivenciadas em Paris a Cidade do Amor. Aliada a esta atitude ela começa a pesquisar Jean-Luc na internet e encontra alguma coisa. Mas, como ele estará hoje, o que está fazendo, o que aconteceu? Será que ele se lembra dela? Ainda indecisa e incentivada pela melhor amiga, Samantha envia uma mensagem para ele. A partir disso, eles começam a conversar e a entender algumas coisas e ele quer saber por que ela não respondeu nenhuma das cartas. Bom, é melhor eu parar por aqui para não dar spoiler.

Preciso deixar registrado que vários lugares e cidades da França são citados e descritos e, para uma pessoa que é absolutamente louca para conhecer a França, foi uma delícia conhecer tudo aqui no meu mundo literário, mas não pense que fiquei só nisso, entendi a mensagem e montei um roteiro para eu usar quando eu realizar o sonho de ir à França; são dicas fantásticas do admirável Jean-Luc.

A Samantha Verant foi de uma generosidade impar ao compartilhar sua envolvente e emocionante história de amor, Jean-Luc com certeza deve ser um lorde e concordou em ter a sua história exposta.

Preciso falar para vocês o quanto o Universo foi conspirador e deu de presente a Samantha personagens reais maravilhosos dignos de uma bela ficção, sua irmã é especial e sua melhor amiga junto com a mãe de Samantha, meu Deus que MULHER espetacular, o padrasto que é mais, muito mais que o melhor pai do mundo. Ele adotou Samantha quando pequenina e o pai um roqueiro inconsciente simplesmente foi embora abandonando a esposa e a filha recém-nascida. 

Eu sou o tipo de ser que acredita que um AMOR verdadeiro vence barreiras, fronteiras e viaja continentes, um AMOR verdadeiro o tempo não apaga e se tiver que ser vivido a força que nele há voltará de forma avassaladora fazendo com que a pessoa se lembre que precisa dar uma chance a si, ao outro e ao amor transformador, isso porque no meu entender  o AMOR é paciente e supera praticamente tudo.

O livro tem vários pontos altos e um deles é amor que Samantha e o ex-marido tem pelo filho peludo, o cachorro Ike se prepare para se apaixonar por ele e viver fortes emoções, Ike é lindo.

Não preciso reafirmar para você que sou uma amante verdadeiramente maluca por romances, então se você curte romance, se você adora uma história bem contada, se tem dúvida de que ser persistente é importante, se você tem ou não tem coragem de ir atrás dos seus sonhos... Hum... Precisa ler CARTAS DE AMOR DE PARIS, outro motivo para ler é que é uma história real, cheia de ensinamentos, reflexões e resgate de si.

Trata-se de uma trama leve, bem desenvolvida que você lê de forma fluída e rapidamente, vai dar algumas risadas, mas como a vida não é feita o tempo todo de bom humor, tem alguns momentos de tristeza e com ela também se aprende muita coisa. Encontrará na leitura a força do companheirismo, da amizade, a coragem de retroceder profissionalmente e de iniciar uma nova caminhada por rotas alternativas. Você terá ainda acesso às sete lindas cartas que Jean-Luc escreveu para Samantha que estão magistralmente intercaladas nos capítulos, temos ainda a narração da aventura vivida por Samantha e a fiel e sempre presente amiga Tracey na Europa quando tinham 19 anos, eu me identifiquei com vários momentos e os leitores mais maduros certamente se lembrarão de algumas experiências do final da adolescência e passagem para a fase adulta.

“Fomos todos feitos em um momento de paixão porque o amor é um vínculo entre duas pessoas, dois corações e dois corpos. Tudo deveria ter paixão. Quando eu amo, eu amo com paixão...” pag. 52
“Vida! A vida é um banquete e...” pag. 117
“Não vale a pena viver a vida se não existir paixão.” pag. 142
“Nunca deixo as pequenas coisas da vida me incomodarem, especialmente as coisas que eu  não posso mudar.” pag. 152
A narração em primeira pessoa é feita pela autora protagonista Samantha, a diagramação é simples em papel amarelo, aliás sempre parabéns a Universo dos Livros por presentear os leitores com publicações em papel amarelo, a fonte é agradável e as cartas escritas por Jean-Luc estão destacadas em fonte diferenciada. Os capítulos são marcador com uma imagem linda que junta um beija-flor, a Torre Eiffel e a sombra de uma carta em folha de caderno (foto abaixo). A capa brasileira é linda e adorei, para variar a Rebecca Barboza arrasou na capa, mas gostei também da capa americana que é bastante singela. Claro, que leva 5 ESTRELAS!!! Mais que recomendo a leitura.







Beijos apaixonados, porque a vida precisa ser vivida com paixão e amor / amor e paixão!
Tânia Bueno


15 comentários:

  1. Oii!!
    Adorooo romances!!
    E esse me chamou muito a atenção!!Gosto da ideia de viajar para França através das paginas sem ficar cansativo!!
    Fiquei curiosa se o Jean Luc se lembra dela, ou se até mesmo ela ira encontra-lo!! *-*
    E ainda tem um cachorrinho fofo na trama!! Preciso lê agora!!
    Amei a capa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que delicia de história!

    Amo romance e ainda mais se for real... Tô louca pra ler :)

    Parabéns pela resenha Tã, ficou demais ♥

    ResponderExcluir
  3. Oiii!

    Eu não conhecia esse livro mas eu amei esse enredo. Achei muuuito legal o fato de ir atras dos sonhos estar presente nesse enredo porque acho que depois de uma leitura, sempre fica aquele gostinho de quero mais sabe? de querer fazer e acontecer.
    Gostei!
    A capa está linda!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Tânia, tudo bem?
    Uau. Não não conhecia e muito interessante saber que a história é real, que a autora vivenciou isso mesmo. É uma história de amor muito linda, mas fiquei curiosa para saber o motivo de ela não ter respondido as cartas e o que aconteceu depois.
    Um amor assim é raro, nem todo mundo tem a chance de ter isso, só espero que no final eles tenham ficado juntos. Vou entrar no site da autora e dar uma olhada nas postagens dela. Já adicionei o livro no skoob e agora estou desesperada para ler.
    Parabéns pela resenha :D

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  5. Olá já li alguns livros nesse estilo, confesso que uns que uns não me cativaram tanto, vou por esse na minha lista fiquei curiosa, bjos.

    http://yuugracindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Tânia. Tudo bem?
    Nossa! Eu amei a premissa deste livro por ele se basear em fatos. É engraçado até, pois se você não citasse na resenha eu nunca que iria adivinhar, parece ficção... dessas que as leitoras ficam suspirando. Também gosto de romance e agora quero muito ler esse livro.

    Beijos
    SIL | Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  7. Tania lindona saudades de você. Eu estou doida para ler esse livro, gostei demais dessa premissa, acredito que as boas lembranças nos servem para acalentar os momentos de crises, nos reerguer. Fiquei curiosa para saber como estará ele nos dias de hoje e sobre o que falaram. Vou ler com certeza. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Taninha, sua linda, tudo bem
    Você se esqueceu de dizer o mais importante, como você teve coragem, risos... eu quero saber se eles ficaram juntos depois disso tudo. Me conta!!!!! Bom, ele teve que ser consultado e ter autorizado a publicação desse livro, mas você falou isso de uma forma tão calma, que desconfio que eles não estão juntos, o que seria uma pena. Agora o que eu também quero saber: o motivo de ela não ter respondido as cartas. Gente, receber uma carta é a coisa mais romântica do mundo!!!!! Eu não estou dizendo para ela mudar de país, mas talvez tenha sido exatamente essa a razão, desenvolver um sentimento que não poderá ser vivido. Parece ser um lindo livro. Adorei sua resenha!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá! Nossa...Sem palavras aqui! Eu gosto de romances, mas um baseado em fatos reais assim, me desmancha toda. Sete cartas de amor compartilhada e depois de anos reencontrar esse amor...Tô flutuando aqui imaginando tudo isso, Sério, amei sua resenha demais! Linda, parabéns! Beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Tania..
    Sua resenha sem dúvida ficou muito linda e carregada de sentimentos, fiquei aqui maravilha com tudo que li... o amor nos leva para tantos caminhos e sempre um deles nos fazem pensar e se... eu sinceramente sou daquelas eternas românticas, que por mais que não saiba falar diretamente... a escrita me ajuda a me expressar da melhor maneira que eu posso... sou daquelas que é eternamente apaixonada e que vive com o coração livre para amar.... não sei se eu leria o livro no momento, porque ando em outra vibe de leitura, mas esse livro deve ter sido uma delícia de ler ainda mais envolvendo cartas.... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. A capa ficou linda mesmo! *-* Apesar de ter curtido o fato de ter as cartas mescladas com os capítulos, e de acreditar que dá para aprender com essa história, fiquei um pouco em dúvida a respeito da leitura, não sei se tenho vontade de saber o que aconteceu. Fora que não sinto nenhuma atração pela França ou por Paris - eu sei, não sou normal... rs... na verdade, acho que desenvolvi uma pequena birra pela Samantha pelo fato dela não ter respondido as cartas... hahaha... vou pensar sobre a leitura.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi Tania, tudo bem? Achei o livro bem interessante, e saber que é uma história real é ainda mais especial, pois sabemos que de fato aquilo aconteceu com a autora, e pode acontecer com a gente também. Fiquei bem curiosa quanto ao teor das cartas e o Jean-Luc parece ser um príncipe mesmo. Adorei a diagramação.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  13. Tânia que incrível deve ser esse livro! Caramba, não conhecia, mas fiquei muito curiosa para conhecer, adorei o enredo e ainda mais que é baseado em fatos reais da vida da autora, nossa fiquei muito curiosa, já vai pro meu skoob <3 Eu gosto de história que falam sobre o fato da gente ter que agarrar as oportunidades que a vida nos dá para depois não se arrepender. Adorei!

    ResponderExcluir
  14. Aí. Meu. Deus.
    Preciso ler esse livro pra ontem. Eu sempre me emociono com histórias baseadas em fatos reais, mas essa não eh baseada, eh a história! E pelo visto eh linda *o*
    Também sou louca para visitar a cidade, e essa
    Informação sobre as dicas só me deixou com mais vontade de ler.

    Beijos, Andressa

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    Mesmo esse não sendo meu estilo de livro favorito, fiquei curioso sobre a história. outro ponto que também está me motivando a querer conferir é a edição, adorei os detalhes citados, mas tenho que confessar que achei o casal de fundo na imagem da capa meio estranho, parece que o cara está de batom HAHAHA. Gostei também da proporcionalidade da narrativa, temos momentos de risada e descontração, mas também temos momentos sérios, e isso foi bom, pois muitos autores não sabem fazer essa dosagem. Gostei do texto.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir