slide

Marcada a Fogo Josy Stoque

07 março 2015

Oi Pessoas Queridas,

Querem saber o que Vanessa Bosso, Danilo Barbosa e Gisle Galino acharam de Marcada a Fogo? Bom, eis os depoimentos destas pessoas tão queridas que mais que valida a obra da Josy Stoque, então encerramos por enquanto a semana de divulgação de Marcada a Fogo, mas amanhã Dia Internacional da Mulher, tem um presente. Não não adianta insistirem para eu contar hoje, afinal é surpresa e com data marcada, amanhã. Ok?



“Em marcada a fogo, Josy Stoque estreia com uma história repleta de magia, misticismo, eventos sobrenaturais, amizade e família. Nesse livro haverá amor, medo, mentiras, mistérios e uma busca insana pela verdade. Tamires não recuará enquanto não souber tudo sobre o que cerca sua vida e a vida antes dessa.
A narrativa de Josy é uma delícia. Ela escreve super bem e as descrições não deixam nada a desejar... Você entra dentro da história e se sente participante dos cenários, das discussões entre marido e mulher, da busca pela verdade.
Nunca estive em Foz (quando eu era criança não conta!).  Mas, as descrições da Josy Stoque me levaram diretamente para lá! Pude sentir a violência das águas e a atmosfera elemental da natureza.
Para quem gosta de um romance conturbado e uma vida cercada de mistérios, vai adorar Marcada a Fogo.” – Vanessa Bosso.
"Mais do que uma jornada fantástica. Uma história de autodescobrimento.
Personagens bem construídos, ricas descrições, cenários impressionantes. Todos esses fatos fazem de Marcada a Fogo uma viagem a parte. Tamires, ao contrário de muitas obras atuais, é uma mulher madura, que sabe o que quer. Não há inocência ou medo da verdade em seus atos. Ela simplesmente segue o que seu coração pede, sem calcular riscos ou temer por atos inconsequentes. Para mim ela é uma personagem extremamente corajosa.
Não vi o livro da Josy como um romance fantástico. Os temas sobrenaturais apenas começam nesse primeiro livro da saga. O que mais vi foi a história de uma mulher em busca da sua verdade e ficar na indagação que muitos de nós fazemos muitas vezes – Até que ponto devemos abandonar tudo que consideramos seguro em busca da verdade? Qual é a melhor escolha?" - Danilo Barbosa
"Classificaria a leitura para a faixa etária dos 17 para cima, pois é uma história madura, onde os próprios personagens são adultos. Esqueça as dúvidas da adolescência, nesse livro elas não têm vez. Os dramas são outros. Claro, que algumas semelhanças existem, sempre, mas a linguagem é outra.
Ouso dizer que Josy Stoque taro brinda a literatura nacional, do gênero fantástica com essa saga. Em alguns momentos, é verdade, senti um pouco de falta de ação, mas é compreensível. Não tem como manter um pique ininterrupto. Explicações são necessárias e muito bem vindas.
Os personagens principais prendem tanto a atenção, que cheguei a ter raiva dos capítulos em que não se tratava deles... Porém, mais uma vez, muito plausível." - Gisele Galino

LINKS


Beijos surpreendentes!
Tânia Bueno


Nenhum comentário:

Postar um comentário