slide

ATRAÇÃO IMPLACÁVEL

04 fevereiro 2014

Atração Implacável
Linda Howard
Editora Bertrand Brasil
317 páginas


Sinopse: O passado foi mortal...
Ninguém conhece melhor os riscos de se aproximar de John Medina, o lendário agente secreto da CIA, do que a especialista em sistemas de comunicações Niema Burdock. Cinco anos atrás, ela e o marido trabalharam com Medina numa missão explosiva que terminou em tragédia. Apesar de ter se recuperado da terrível perda que sofreu, Niema planejava nunca mais ver Medina. Até agora.

E a história está prestes a se repetir...
Um negociante de armas francês está fornecendo munição a terroristas internacionais. Mesmo indo contra os seus instintos, ela entra no glamoroso mundo do criminoso. Mas, quando o plano dá errado, Niema e Medina devem fugir para um local desconhecido.

É um livro recheado de episódios históricos sobre terrorismo, sobre componentes explosivos, sobre agentes secretos e as missões ultra mega secretas cheias de perigo, de disfarces para transitar em mundos e culturas totalmente diferentes. Você encontrará aulas e informações sobre algumas armas, treinamento físico, emocional e bélico de nossa protagonista que se aliará a um agente secreto que é quase uma lenda para enfrentar um negociante de armas e, para isso, eles enfrentarão seguranças desse vilão, todos altamente treinados, um verdadeiro exército.

O livro está dividido em três partes: Na 1ª parte – encontramos a narração de uma missão no Irã em 1994 da qual participa 4 agentes secretos e Niema que é especialista em Sistemas de Comunicações, Dallas casado há três meses com ela, dois outros agentes e Trucker que é o líder da missão e se mantém distante dela que na opinião dele representa perigo, ela o acha mais durão e mais contido do que seu marido Dallas e tem a impressão que este não é o verdadeiro nome dele. Nesta missão eles tinham que destruir uma fábrica que produzia o potente agente biológico antraz.

Todo o tempo da missão Niema esteve preocupada e inquieta, mesmo estando tudo planejado milimetricamente. Sabe, acho que é a famosa intuição feminina que às vezes comunica que algo vai dar errado, algo acontecerá e não é bom. Assim, acontece algo dá errado e os planos são mudados e com eles mudam também a vida dos agentes, principalmente de Niema que sofre uma perda terrível. “Ela ficou em pé, apática, no meio da cabana, incapaz de se mexer, com a mente congelada pelo choque. Sentia dor; uma dor grande e pungente em seu peito, como se seu coração estivesse explodindo, e mesmo assim ela se sentia distante.” p.25

Para se salvarem enfrentaram temperaturas baixíssimas, riscos de serem descobertos, além de se preocuparem com a segurança de Niema que por ser mulher, se fosse pega, fatalmente seria estuprada e morta. E, Trucker prometera a Dallas protege-la.

Na 2ª parte – Cinco anos depois daquela missão, estamos em 1999 Atlanta/Geórgia e temos um acidente aéreo terrível do qual não sobra nenhum passageiro. Ninguém sabia o motivo pelo qual o avião caiu, pois absolutamente tudo estava em ordem, desconfia-se de um novo componente explosivo indetectável. Temos um encontro de John Medina com Frank Vinay, o poderoso diretor da CIA, único que sabe quem é John Medina. Eles conversam sobre o acidente, sobre amenidades, John pede informações sobre alguns dos seus protegidos e dentre estes Niema, pois sempre se preocupou em saber do bem estar dela desde o episódio no Irã.

Sabem o Trucker da missão do Irã? Sabe o nome verdadeiro dele? Sim, isto mesmo John Medina, nosso protagonista fantástico, um homem nada comum que trazia em si um aviso: “Zona de perigo”, ele é extremamente cauteloso, detalhista e um mestre na construção de disfarces, tudo em nome de sua segurança e das missões que lhe eram incumbidas. Sempre preparado para dar cabo da própria vida se por acaso fosse descoberto e pego em qualquer missão. Para toda CIA ele sempre foi uma lenda, pouquíssimas pessoas o vira e tudo que a maioria das pessoas sabia a seu respeito era fruto de falatórios, porque de verdade não se sabia quem era.

Niema sempre ouvira sobre a fama de John Medina, mas “ela o imaginava como um tipo de lenda urbana, mesmo que fosse restrita a círculos da inteligência.” p.67. Inclusive que havia assassinado a própria esposa após descobrir que ela era uma agente dupla, seria possível? Ela tinha dúvidas em relação a muita coisa que ouvia sobre John Medina.

E quem é Niema Burdock? É uma pessoa determinada, teimosa e direta que fala o que pensa e desde criança gostava de aventuras e brincadeiras que mexiam com sua adrenalina, na adolescência pensou em fazer parte do esquadrão antibombas, depois mudou de ideia e voltou-se para eletrônica e idiomas, mas mesmo assim acabou indo trabalhar como técnica da CIA e próximo a aventuras. Tornou-se eximia especialista em comunicação e desenvolvimento de sistemas indetectável de escutas.

Após Frank Vinay perceber um “outro” interesse de Jonh por Niema, arma um encontro para aproximar Niema que tem um novo equipamento de escuta indetectável que teve o interesse de John Medina que assumirá a missão de descobrir os fornecedores do novo explosivo que derrubou o avião e que pode destruir populações inteiras. Precisa descobrir quem produz, quem fornece e quem compra o artefato. Niema fica chocada quando encontra Trucker, ou melhor, John Medina. É, aqui que ela descobre quem é John Medina e fica confusa porque ele disse seu verdadeiro nome. No começo ela se nega a fazer parte da missão, disse que a primeira e última foi há cinco anos e que culminou em uma perda que somente agora ela começa a se recompor do trauma.

Após muita relutância Niema se renderá aos argumentos de John Medina e aceitará o trabalho de campo, mas terá que ser treinada por John que brinca de invadir a casa dela, mesmo com toda a segurança, tudo isto prova o quanto o cara é bom e Niema aceita o desafio sempre desenvolvendo e implantando novas formas de segurança. Assim, entre uma entrada e outra, treinos variados, ensinar a atirar, lições sobre armas, eles vão se conhecendo e descobrindo sensações.

Na 3ª parte – Paris, a missão em execução. Ingressar na fortaleza do vilão sedutor, inteligente, mistérioso, perigoso e mais apaixonante que conheci, Louis Ronsard, desejado por mulheres de todos os escalões da sociedade parisiense. Influente, tinha o apoio de autoridades corruptas e se precisasse sabia a quem recorrer para atingir seus objetivos, pois tinha dinheiro, poder e era um vilão que contribuía para algumas causas e pesquisas. Uma forma de se redimir? Talvez sim, talvez não, terão que descobrir, caro leitor. Quando Ronsard confiava em alguém era sempre com restrições, considerava confiança um bem extremamente caro, controlava tudo de perto e sempre lidou com “clientes fanáticos e psicóticos” prontos para explodirem o mundo.

Ronsard tem seu próprio código de ética, o que significa que atende seus clientes dependendo do propósito e têm alguns propósitos que ele se nega ser fornecedor de quaisquer artefatos. Outra característica interessante de nosso vilão é que ele é devotado à única filha, Laure de 12 anos, a quem dá a própria vida se necessário. Embora eu realmente acredite que o fim não justifica os meios, confesso que me perguntei do que é capaz uma pessoa para proteger e garantir a vida de alguém que se ama de verdade. Mas, como disse Niema existem sempre escolhas, outras escolhas e acrescento que estamos sempre escolhendo querendo ou não. Deixo em suspense do que falo para você descobrir com a leitura.

Pois bem, em meio à missão muitas coisas acontecerão veremos Niema como agente correndo riscos em todos os sentidos, se é que me entende. John Medina assumindo um novo disfarce para cumprir com ela a missão delicada que assumiram. Teremos muita ação, tiroteios, fugas, alta tensão e ameaça real sem falar na atração implacável entre eles literalmente explodindo sem ser revelada, sentida e não dita, ai que calor que me deu!!! (risos).

Conseguirá Niema e John executar o plano? O envolvimento será apenas profissional? Até que ponto? Qual é a medida entre o pessoal e o profissional?

Enfim, explosivos olhinhos que chegaram lendo até aqui, vocês poderão indagar se não é muita coisa acontecendo em um único livro? A resposta é NÃO, pois a estória toda é muito bem articulada com personagens muito bem construídos e cativantes, além de o enredo prender a atenção, arrancar alguns suspiros e muita tensão.

Então, pessoas preparem-se para ler um romance policial de forma rápida e intensa e que eu simplesmente AMEI e recomendo.

Bjs estalados!

Tânia Bueno

17 comentários:

  1. Uau! Resenha de tirar o fôlego!
    É a primeira vez que leio algo sobre esse livro e fiquei completamente surpresa com seu conteúdo. Pensei que era um romance meloso gente! Kkkkkk
    Fiquei super curiosa pra saber como é que vai acabar toda essa trama!
    Um beijo ;*

    Juliana . Oliveira
    www.trocandoconceitos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, o livro é dinâmico, direto nada de romance meloso. Bjs

      Excluir
  2. Oiee =)
    não li esse, mas foram muitas noites em claro com os livros da Howard, ela também tirou muitas lagrimas dos meus zoio, a série que mais gosto dela é a Família Mackenzie #MuitoAmor.
    Beliscões da Máh ♥
    Blog
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Máh, ainda nao li Família Mackenzie e já li que é demais. Atração Implacável é o segundo volume da Série John Medina. Bjs

      Excluir
  3. Oi Tânia,

    Eu fiquei me perguntado se isso tudo acontece em apenas 317 páginas, deve ser ação o tempo todo, durante a sua resenha, eu fiquei me perguntando cadê o romance? E ele aparece lá no finzinho fica parecendo que é apenas ação, esse vai pra listinha, mas achei a capa sei lá muito sem graça, poderia colocar coisas voando e explodindo, ficaria muito mais legal, agentes duplos, sempre fico curiosa em relação a historias assim.

    Mayla
    http://meulivromeutudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mayla, você tem razão é ação o tempo todo e também concordo com você em relação a capa que não reflete o que o livro é na realidade. Tem atração sim o tempo todo e de ambas as partes, mas não revelada e ação sim, também o tempo todo. bjs

      Excluir
  4. Tania esse livro tem tudo o que eu gosto em um livro policial, protagonista e vilões de personalidades fortes e marcantes, e é serio que tudo isso se passou em apenas 317 páginas? Inacreditável!
    Eu não conhecia essa autora, mas se todos os livros dela forem assim, irei conhecela em breve!

    Grande abraço
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oieee, não me senti interessado por esse livro :( serei sincero rs achei a capa feia e a historia não me interessou, mas adorei sua resenha, foi bem explicativa, e muito bem construída, adorei suas palavras sobre o livro, mas o mesmo não me atraiu rs, Abraços

    ResponderExcluir
  6. Oie Tania Linda!
    Amei a resenha como sempre! Eu já ouvi falar mais que bem dessa autora e agora sua resenha só confirmou!
    Gostaria muito de conhecer ela! Adoro histórias que são assim muitas coisas acontecendo a todos tempo e muito bem amarradas! Me agradou!
    Parabéns pela resenha!
    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  7. Oiii,
    Olha pela capa eu nunca leria esse livro, mas após sua resenha fiquei muito interessada, adoro romance policial e esse parece sensacional, deve ser cheio de ação e reviravoltas.
    Fiquei curiosa acerca da história como tudo acontece. Deve ser um ´ótimo romance para noites em claro, rs

    Bjs
    Aline Lima
    http://alinenerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Tânia...
    No inicio da resenha não senti nenhum interesse pelo livro... no decorrer dela depois da segunda fase... até achei legal... penso em ler algum dia... porque gosto de mistérios e tudo mais... Só que sinceramente falando esse seria um ótimo roteiro para um filme ai sim com certeza eu iria assistir... Fiquei sem fôlego em algumas partes... porque imaginei a cena... Xero!!!!

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro. Realmente é bastante coisa para um livro só, mas que bom que tudo foi bem desenvolvido, inclusive as personagens. Apesar de tudo o que você expôs, a história não me atraiu. Sei lá o que faltou, simplesmente não me interessei. Não sou muito fã de armas e treinamento bélico também, como isso foi falado lá no início da resenha, acho que fiquei com um pé atrás... rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  10. Oi Tania

    Eu adoro romances policiais e se tiver uma pitada de espionagem melhor ainda! Vou procurar esse livro para ler!
    Ótima resenha!

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  11. Nossa, quanta coisa hein? Pensei mesmo que é muita história, mas você já
    me desmentiu rs. Não conheço esse livro e devo dizer que a capa não me chama
    atenção. Mas a sua resenha é bem convidativa, gosto de livros desse gênero, quem
    sabe algum dia não leio,
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie Tania, tudo bem?
    Eu amo livros policiais. Essa parte de missões e agentes secretos me encantam, isso tudo porque sou viciada em series policiais e gosto de acompanhar toda a trajetória para desvendar algum caso. Além da ação eu gosto de um bom romance e pelo que li de sua resenha é um livro bem extenso, com vários pontos interessantes que eu gosto. Sua resenha está muito bem escrita e aguçou minha curiosidade em ler esse livro.


    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  13. Oiiiiiiiiiiii
    Adorei!
    Adoro tudo dessa forma eletrizante.
    Minha listinha está crescendo!
    Tomara que eu goste!

    Bjocas

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia esse livro, mas achei bem interessante. Ala 007, com direito a intrigas e terrorismo. Acho que nunca li nada assim. Gostei do John Medina e principalmente da Niema, que parece ser tão forte e determinada.
    Vou procurar para ler e parabéns pela resenha.

    Beijos
    Bell

    http://contosdoguerreiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir