slide

Atraído #1 - Emma Chase

16 maio 2016

Resenha por:  Tânia Bueno
Título:  Atraído
Autor(a):  Emma Chase
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Romance erótico
Páginas: 272
Compre e Compre: Submarino
Adicione: Skoob
Nota:
Sinopse: Drew Evans venceu na vida. Charmoso e arrogante, ele fecha negócios milionários e seduz as mulheres mais lindas de Nova York apenas com seu sorriso. Seus amigos são leais e sua família o apoia. Então porque ele está trancado em seu apartamento há sete dias, terrivelmente deprimido? Ele dirá que está gripado, mas isso obviamente não é verdade. Katherine Brooks é uma mulher linda, inteligente e ambiciosa, que não deixa nada nem ninguém distraí-la de sua busca pelo sucesso. Ela foi contratada pela empresa de investimentos do pai de Drew, o que vira a vida do rapaz de cabeça para baixo: a competição com ela o estressa, sua atração por ela o distrai e suas investidas fracassadas o frustram. Logo quando Drew achava estar próximo de ter tudo aquilo que queria, seu excesso de confiança põe tudo a perder. Será que ele conseguirá enfrentar os contratempos e vencer o verdadeiro desafio de sua vida: o amor?

Atraído é livro de estreia de Emma Chase como escritora e simplesmente estourou nos Estados Unidos. A história é contada do ponto de vista de Drew Evans, adoro saber o ponto de vista masculino das tramas e autora acertou em cheio com esta estratégia, sem falar que é muito engraçado e o Drew estabelece o diálogo com as leitoras, do livro, sim... sim... isso mesmo ele conversa conosco e também adorei isso, pois ela dá altas dicas sobre o funcionamento dos meninos em relação ao sexo oposto, é muito bacana e surpreendente.

Quem é Drew Evans, um cara que sabe que é lindo, rico, sabe que chama atenção, é bem criado, bem formado, sabe que é persuasivo, que é o melhor no que faz, ama o trabalho e ama as mulheres que caem em sua rede sem que para isso precise se esforçar. Ele me irritou no começo por ser tão convencido, mas isso depois passou. O cara não tem o mínimo interesse em relacionamentos sérios, nunca leva nenhum ficante para seu apartamento para evitar qualquer tipo de vínculo. Ele adora a família em especial a pequena e engraçada Mackenzie de 4 anos, sua sobrinha que sempre carrega com ela uma A JARRA DO PALAVRÃO, confesso que morri de rir várias vezes com ela. Vou explicar a Jarra do palavrão foi criada por sua mãe Alexandra, já que o irmão Drew, os amigos fiéis, o marido Steven e a própria Alexandra falam muitos palavrões, mas ninguém bate o Drew, então cada vez que alguém fala palavrão lá está ela com a Jarra e a pessoa tem que depositar um dólar. Mackenzie é realmente uma criança fantástica.

Voltemos ao Drew que não que compromisso certa noite está em um bar fazendo a sua pescaria ou sendo pescado, ele vê um incrível mulher que chama sua atenção ela é Katherine Brooks, ele a quer e começa um papo, oferece uma bebida, a canta mas ela lhe mostra a mão é noiva (um horror ele conversando com as leitoras e desdenhando do anel de Kate. Ela dá um fora nele com uma classe incrível. Ele passa o final de semana inteiro pensando naquela linda mulher e qual não sua surpresa quando a encontra na sua empresa como a recém contratada e bancária de investimento com futuro promissor. A partir daí ele dá suas investidas e Kate  sempre se safa. Ela é inteligente, competente, determinada e os dois acabam trabalhando em um projeto, mas que Drew aceitou que seu pai deixasse os dois, mas quer mesmo é provar que é melhor que ela e acaba descobrindo que ela é tão boa quanto ele. Em linhas gerais é isso.

Vale ressaltar que o Billy noivo da Kate é um cara de dar nos nervos ainda bem que aparece poucas vezes, é inseguro, imaturo e tenta controla-la isso realmente não poderia dar certo, então o noivado de dez anos termina e quem oferece o ombro amigo? Sim ele Drew. A partir daí o noivo tenta reatar, faz uma cena, Drew fica enciumado, pois está descobrindo um sentimento nunca sentiu por ninguém e acaba metendo os pés pelas mãos e estragando praticamente tudo, tenta corrigir embora tenha coisas nesta vida que ficam difíceis de consertar e o safado e ao mesmo tempo simpático e carismático Drew poderá fazer? Se rastejar e que delícia que é tudo, porque ele vai transformar tudo em uma estratégia magnífica que causará raiva em Kate, pessoas diversas se envolvendo, etc. etc.

Você já teve alguma dor de amor? É uma das piores dores, eu tive uma vez e foi horrível, fiquei acabada literalmente. Queria que o mundo parasse e que um buraco se abrisse na terra e me engolisse. Drew está neste momento a diferença é que ele está lidando com algo que é totalmente desconhecido para ele.

Então se apaixone pelo cara mais safado, engraçado e sem noção do mundo Drew, mas com ele também se pode aprender muito e o que ele vai aprender não é brincadeira, vai quebrar a cara também e se rastejar com um rato (hahaha). Admire e aprenda com a Kate, seja amiga como é a Deloris que a defende mais que uma irmã, conheça a fidelidade e cumplicidade dos amigos de Drew, conheça Alexandra a irmã que é fantástica que ele ama e morreria por ela, mas sente-se irritado por ela, eles são uma comédia a parte. Pense em amigos que são irmãos, eu tenho amigos e amigas assim que a vida nos dá de presente, então conheça a fidelidade e união dos amigos de Drew: Mathew e Jack e claro Steven.

“Já assistiu o canal Animal Planet? As mulheres são como uma manada de elefantes. Elas se unem para se protegerem. E se uma delas sentir perigo? Todas elas estouram.” (Drew sobre Deloris)
Aprendizado que adorei: “ Existem três tipos de homens neste mundo: meninos, caras e homens. Meninos, como Billy, nunca crescem, nunca se tornam sérios. Eles apenas se importam com si mesmos, com suas músicas, seus carros. Caras, como você, só pensam em quantidade e variedade. Como uma linha de montagem, é apenas uma noite após a outra, Também têm homens... eles não são perfeitos, mas valorizam as mulheres não apenas por sua flexibilidade e por sua sucção bucal” fala da Deloris para o Drew. Mas, ele chega a uma conclusão sobre CARAS. Ele diz: Mas um cara pode se tornar um homem, ao encontrar a mulher certa. Ownnn Tadinho do Drew!

Ria com as analogias de Drew, por exemplo, essa: “Ela é diferente. É como um cubo mágico. Às vezes é tão frustrante que você quer jogá-lo pela janela. Mas você não o joga. Você não consegue. Você tem que continuar jogando até conseguir desvendá-lo”.

Gente, este é livro é aquele que certamente eu e um monte de outras leitoras leremos mais que uma vez, pois simplesmente vale a pena. A escrita da Emma Chase é fantástica, envolvente, bem humorada e objetiva. As cenas eróticas estão totalmente dentro do contexto e equilibradas e algumas é algo quase que arte, nada forçado. Ah! A playlist é maravilhosa... ah! O livro inteiro é maravilhoso.

“Ações ganham guerras. Ações curam feridas. Não as palavras. As palavras não valem nada.”

Agora o melhor: “Nunca suponha nada. Mesmo que ache que sabe tudo. Mesmo que tenha certeza de que está com a razão. Confirme antes. Aquele clichê ridículo sobre supor? Está corretíssimo. E se você não tomar cuidado, pode terminar lhe custando a melhor coisa que pode acontecer. E também não fique muito confortável. Arrisque-se. Não fique com medo de cair. Mesmo que esteja feliz. Mesmo que ache que a vida está perfeita pra...”.


Beijos magnetizados!
Tânia Bueno


17 comentários:

  1. Oi Tania, eu não curto romances eróticos, alguns até me chamam atenção pela sinopse, mas esse não conseguiu me convencer nem pela resenha, apesar de ter sido muito bem escrita. Mas quem sabe um dia eu goste, né?
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Tânia.

    Aqui está um livro que estou enrolando para comprar e sempre fico adiando.Tenho muita curiosidade, mas tenho outros livros que também desejo e ele fica de lado. Lendo sua resenha eu resolvi adicionar na lista de prioridades, aproveito e compro os outros livro seguintes. Ainda mais sabendo que a história é fantástica, envolvente e bem humorada.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá! Ainda bem que as cenas hot são moderadas. Já li alguns livros que acabaram resumindo-se a apenas isso e a leitura deixou a desejar. Quem sabe eu leia futuramente, gostei bastante da sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, flor!
    Ainda não li esse livro, mas o tenho por aqui porque o comprei depois de uma resenha como a sua, superempolgante! Hahaha. Eu adorei saber a sua opinião, porque fazia tempo que não ouvia falar do livro e meu desejo de lê-lo meio que tinha... sumido (rs). Por outro lado, curti demaaaaais! Fiquei tentada a ler agora mesmo e conhecer esse cara tão... tão... convencido! Achei um charme o modo como os dois interagem, porque a protagonista não é qualquer mulher.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olha menina, se tem um gênero que eu possa dizer que detesto, é esse. Romance erótico definitivamente é o tipo de leitura que evito a todo custo. Já li alguns, mas foram experiências tão ruins que desisti. Mas achei curioso a parada da jarra de palavrões.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tân!
    Tudo bem?
    Bom, eu não curto muito romance erótico porquê na maioria das vezes o escritor deixa a trama de lado pra enfiar uma cena de sexo a cada página, isso me irrita profundamente, até porquê se eu for ler um livro desse gênero será pela história e não pelo sexo. Mas valeu a dica, esse me parece diferente dos outros, isso procede??

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir
  7. Ola´!
    Faz tempo que quero ler esse livro e os outros que vieram depois desse, mas sempre coloco outros na frente. Agora, lendo sua resenha, me convenceu que esse livro deve ser o próximo da lista. Percebi que é bem o estilo de leitura quer gosto, envolvente, leve e que nos faz rir!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, eu não curto livros eróticos e com cenas hot, e a premissa desse livro me lembrou de vários já conhecidos além de romances de banca que já li, mas já estou saturada, e mesmo achando a resenha muito bem escrita, eu não leria, por isso, passo a dica.
    bjus

    ResponderExcluir
  9. Ooi
    Gosto muito do gênero, e claro que esse chamou minha atenção. O livro parece ser beeem envolvente, melhor característica não há haha
    Amei a resenha, entrou para minha lista de desejos.
    Obrigada pela dica!

    Beijoos
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oiii Tânia, tudo bem?
    Infelizmente este não costuma ser um gênero de livros que leio, não consigo gostar de nenhuma maneira, mas fico contente que tenha gostado. Pularei a dica da vez.
    Beijinhoss

    ResponderExcluir
  11. Oii! Olha, essa capa e título não me "atraíram" em nada hahaha Mas você construiu sua resenha tão bem e colocou pontos tão positivos que fica difícil não ter vontade de ler! Gosto de romances e fiquei feliz que as cenas mais quentes são equilibradas. Sinto que muitas vezes os autores se perdem nisso. Vou dar uma chance. Você me convenceu!! Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiii!!!

    Eu ainda não li essa obra. Na realidade, estou muito animada em relação aos livros da UL pq são grandes obras que infelizmente não ganham taaaanto destaque.. adorei saber do enredo e da forma como mexeu contigo! Fiquei bem animada para ler.
    Ah adorei saber saber que as cenas hots, são bem trabalhadas. isso é um diferencial!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente não é um livro que me atraiu, o gênero está muito saturado para mim, mesmo com a boa crítica na resenha, não fiquei curiosa para ler e conhecer a obra da Emma, no entanto, acredito que os fãs do gênero, terão uma obra bem atrativa e convidativa para leitura, gostei de saber que te agradou tanto e que foi uma boa leitura, mesmo que eu não venha a ler, gostei de acompanhar sua opinião, ficou bem lega!

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    eu li bastante livro desse gênero, mas hoje estou dando prioridade há outras leituras. Apesar disso, gostei bastante da sua resenha, não conhecia a autora, e quem sabe em um outro momento, eu posso ler o livro.
    Beijos,
    www.embarcandonaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Ai gente adortei na resenha, quero esse livro pra já, imagina que legal ele ser interativo com as leitoras, ainda mais sendo de um ponto de vista masculino! Eu adorei sério, vou ter que comprar. Parabéns pela resenha, também já sofri por amor, pena que não tenho um desses pra me consolar nessas horas.
    Xoxo

    ResponderExcluir
  16. Oiee! rancamente, eu não costumo ler livros eróticos! Mas a sua resenha me chamou bastante atenção primeiro porque o livro é contado pelo ponto de vista de um homem e segundo porque parece ser engraçado!Parece ser uma leitura leve e descontraída, boa pra curar uma ressaca literária! Vou anotar a dica e esperar uma boa oportunidade de ler! Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá! Também adoro os livros narrados por um personagem masculino e se ele "conversa" com o leitor durante o livro, tanto melhor! Amo quando o autor usa o senso de humor em grandes doses nas histórias. Com essa relação de amizade que parece ser forte no livro, como pano de fundo para o romance principal, fiquei bastante interessada e vou procurar para leitura.
    Valeu a dica!

    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir