slide

Ao seu encontro #11 - Abbi Glines

05 outubro 2017

Resenha por: Tânia Bueno
Título: Ao seu encontro
Série: Rosemary Beach #11
Autor(a): Abbi Glines
Editora:Arqueiro
Gênero: Romance contemporâneo
Páginas: 224
Compre e Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Nota:
Sinopse: Há apenas alguns meses, um encontro inesperado numa casa em Rosemary Beach se transformou num romance de conto de fadas. Agora Reese está prestes a ir morar com Mase na fazenda dele, no Texas. Com o apoio e o amor da família do namorado e a recente descoberta de que ela mesma tem uma família com a qual contar, Reese pode enfim superar os horrores do passado e se concentrar no futuro promissor que a aguarda.
No entanto, no que depender de Aida, isso não vai acontecer. A beldade loura e Mase foram criados como primos, mas logo fica claro para Reese que o amor da jovem por ele está muito longe do que se deveria ter por um parente.
Ao mesmo tempo que Reese tenta entender a relação dos dois e não se sentir ameaçada, entra em cena Capitão, um estranho que parece estar, convenientemente, em todos os lugares que ela frequenta. Bonito, sensual, misterioso e dono de uma franqueza desconcertante, ele não tem medo de dizer o que pensa de Mase - nem como se sente a respeito de Reese.
Enquanto a competição pelo coração de Mase e de Reese esquenta cada vez mais, algumas perguntas em relação ao passado dela começam a ser enfim respondidas, revelando verdades chocantes que vão mudar para sempre a vida do casal.
Em Ao Seu Encontro, Abbi Glines conclui a história que começou em À Sua Espera. Com a escrita romântica e voluptuosa que a consagrou, ela constrói mais uma narrativa envolvente, com personagens que vão mexer com as nossas emoções até o final.

MEU DEUS!!!!! Abbi Glines minha autora diva, fechou esta duologia Mase & Reese de uma forma incrivelmente impecável. Mais um livro que reteve a minha atenção do início ao fim, fez meus olhos minarem em vários momentos, com certeza por tratar de temas que tocam meu coração e o faz doer, é isso mesmo, doer como quando se é cortado, pois mesmo que eu tenha estudado e trabalhado com violência doméstica, é sempre muito delicado pensar e imaginar os danos praticamente irreparáveis nas vítimas e quando se trata de violência doméstica sexual que é praticada com uma criança até os 16 anos idade, isso é ainda mais tenso para mim e quando esta criança é dislexia sem diagnóstico e que sempre foi tratada pelo padrasto, pela mãe como “burra” e tendo sofrido bullyng na escola que de tão intenso a fez abandonar os estudos por realmente acreditar ser “burra”, tudo isso realmente doe na minha alma.

Feito este desabafo inicial, nem preciso dizer mais nada sobre como o livro me tocou, não é mesmo? Mas, mesmo assim... Vamos lá, Reese é uma sobrevivente de toda sorte de violência e que foi resgatada para a vida pelo cawboy mais lindo, forte e ao mesmo tempo sensível Mase que é filho do roqueiro Kiro. Conhecemos Mase e Reese no livro 1 da duologia À sua espera (clique para ler a resenha). Este livro termina com nossa Reese descobrindo que consegue aprender e Mase tem total responsabilidade na descoberta dela de que consegue muito mais do que imagina. A vida resolve lhe sorrir e ela descobre um pai italiano que investigou seu paradeiro por insistência da Nonna e quando a encontrou se surpreendeu com esta mulher linda que procura acreditar em si como algumas pessoas especiais acreditam. Ela é insegura e está se descobrindo aos pouquinhos, tudo vai bem se muda para a fazenda dos pais Mase no Texas e descobre Aida, uma prima sem noção mimada e que exige 100% da atenção do primo que sempre cuidou dela, mas como costumo dizer, muitos homens são lerdos e não percebem que são o amor de alguém. Pois é, se prepare para querer dar uns tapas na idiota da Aida que deixará Reese insegura em vários momentos e no início Mase não percebe que está sendo manipulado pela priminha, mas... quando descobre... prefiro que você leia o livro para entrar em contato com a reação dele.

Um personagem muito misterioso é o Capitão um cara extremamente sincero, daqueles que não está nem aí e fala o que pensa, sem falar que na maioria das vezes o cara parece ler o pensamento de algumas pessoas, especialmente de Reese que abomina a presença dele, ele dá alguns dados de realidade que a deixa perplexa, odiei o cara por coloca-la em algumas situações que não gostaria de estar e nem de pensar. Fiquei com raiva do Capitão no início, mas ele é lindo, na dele, tira o time de campo quando necessário; é extremamente observador e aprendeu a gostar muito de Reese porque de alguma forma sabe muitas coisas da vida dela. Quem é ele? Bom, só posso dizer que foi agradável descobrir quem ele é, que passou poucas e boas no passado, que é irmão de uma personagem importante e querida da Série Rosemary Beach, que no final do livro ficamos desejando que ele tenha um livro só dele.
Eu garanto, ele irá surpreender você e, como!

O passado de Reese, aquele que a fez ter coragem de fugir de casa aos 16 anos retorna e de uma forma que você não pode nem imaginar, este passado que precisa ser dizimado e pode acreditar desejei o que aconteceu. A autora me surpreendeu e às vezes a única forma de uma quase justiça ser feita é o rumo que ela deu.

O que posso dizer aqui é que Ao seu encontro nos mostra a dedicação da Abbi Glines em pesquisar e nos presentear com temas tão importantes como, a dislexia — que se detectada pelos pais e professores a criança será estimulada a aprender de forma tranquila e encontrará estratégias para isso e muito. Aprenderemos um pouco mais sobre o tema com Henry um garoto de 10 anos que Reese conhece, é lindo como ele mostra como se superar e se assumir disléxico, ressalta-se o fato de no livro 1 já termos entrado em contato com o tema que tanto amedrontava Reese e quem detectou a dislexia nela foi Mase, pois ela nem sabia do que se tratava.

Lições aprendidas com Henry:
“Muitas vezes, crianças com dislexia são ignoradas, ou acham que não podem fazer algumas coisas. Eu quero dizer a elas que podem, sim.” (Por isso, Henry está escrevendo um livro).
“Acho que as pessoas com dislexia podem fazer o que quiserem. Só precisam acreditar em si mesmas.” (Henry)
“Era de partir o coração saber que nem todas receberiam esse tipo de apoio na vida nem escutariam que não havia nada errado com elas. Saber que eram capazes de tanta coisa faria maravilhas pela sua autoestima.” Reflexão de Reese sobre o apoio que Henry recebe de seu dedicado pai.

Outro tema tratado por Abbi Glines é a questão da violência doméstica sexual, ela soube realmente mostrar como isso afeta as vitimas de uma forma e para sempre ficará marcado, poderá ser elaborado, mas jamais esquecido. Mais um tema, o quão importante é a família no desenvolvimento da criança e os danos que a falta dela faz.

Gente, eu estava me esquecendo Kiro Manning o roqueiro pai de Mase, este não tem uma relação muito amistosa com ele, pois para Mase o pai dele é seu padrasto que o criou como um filho e que ama verdadeiramente sua mãe. Mas, como Mase ama a irmã por parte de pai, a querida Harlow que tem um problema cardíaco e conhecemos sua saga nos livros A primeira chance e Mais uma chance, por ela enfrentará e tentará ajudar o pai a não mergulhar na autodestruição. Aliás, que parte mais linda, intensa e de fazer a alma chorar em virtude do amor que Kiro tem por Emily a única mulher que amou e que após um acidente assim que se casaram está presa somente ao corpo há 23 anos só que agora ela está passando por um momento delicado e Kiro não aceita. Preparem-se para forte emoção. É incrível o que o amor faz com uma pessoa.

“Eu não sabia o que era pior, amar e perder ou jamais conhecer esse tipo de amor.” Pg. 135 reflexão de Mase sobre a descoberta do quanto o pai ama Emily.
“Não sabia que o mundo podia ser cheio de sonhos. Que era possível acordar todo dia empolgado por respirar. Que um sorriso da pessoa amada pode fazer alguém se sentir como uma criança de novo.”
“Viver com medo do amor não é viver.”

O que posso dizer mais? Leia a Série Rosemary Beach, se encante com muitos personagens, se irrite com um ou outro, fique irado(a) com uma que passeia por praticamente todos os livros, mas neste ela não deu o ar da sua indesejável presença. Hahaha. Sério, todos personagens esplendidamente bem construídos, com desenvolvimento palpável, realidades prováveis, temas que promovem a reflexão. Praticamente, todas as pontas amarradas, somente uma ou duas para dar sequência na próxima duologia que não sei quem serão os protagonistas. Acho isso muito legal na Série e na autora, o fato de o personagens de livros anteriores aparecerem em praticamente todos os livros e delicioso saber o que fizeram depois, como andam suas vidas, progressos, transformações, etc.

Ainda faltam dois livros para eu concluir a série, mas vale a pena e é uma série que quando sentir saudade certamente lerei novamente. 

Para encerrar, eis mais um trecho que me emocionou e me fez refletir muito.
“Diga pra mim que, quando esta vida termina, não é o fim, e que ela terá uma nova existência pela frente, cheia de tudo do que foi privada nesta”. Kiro sobre Emily – o amor da sua vida.

Beijos reflexivos!
Tânia Bueno

27 comentários:

  1. Ola lindona eu amo essa série, preciso ainda ler alguns livros, li o primeiro de Reese e amei, pelo visto esse segundo também está perfeito. A escrita da autora sempre nos emociona e surpreende. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  2. Eu apenas amo essa série!
    Comecei a ler a eras atras quando nem tinha lançado aqui ainda.
    Não li toda a série ainda, mas comprei tudo agora e vou reler do zero!
    Estou mega ansiosa para começar e chegar logo nesse livro!!!! <3
    Parabéns pela resenha!!!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que quote final lindo, me tocou bastante. Enquanto lia tua resenha, eu estava ponderando se eu leria essa série eventualmente e agora com esse trecho tenho certeza de que gostarei. É sempre muito bom ler autoras que se preocupam em tratar assuntos sérios com muito cuidado para deixar a mensagem certa. Fico feliz que tenha gostado, eu particularmente fiquei com muita vontade de conhecer o Capitão. Além dele, a Reese também, parece uma narrativa tão bem estruturada. Acho que não li nada parecido e como trata de temas importantes como a violência doméstica e a dislexia, fiquei curiosa e adicionei na minha listinha. Já vi tanta ente falando dessa série que sempre fico me perguntando o que tanto ela tem de bom. Espero descobrir quando fizer a leitura. Ótima resenha!

    <3

    ResponderExcluir
  4. Oiee Tânia ^^
    Eu ando doida para ler mais livros da Abbi, já que só li os três primeiros da série toda (os do Rush), mas ando escapando um pouquinho, principalmente porque não tenho os livros...haha' Fico feliz em saber que gostou tanto do livro, só acho um pouco chato os livros serem curtinhos.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  5. Oi, Tudo bom?
    Nossa vejo muitas pessoas falarem desse livro, e mais ainda dessa autora, parece que suas tramas são bem interessantes, fico a pensar em ler.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  6. Nossa... Essa série está no livro 11? O_o
    Uau... Acho que eu devo ser a única pessoa que não consegue ver razão plausível para tal. Sério, li o primeiro livro dessa série e não gostei, achei tudo tão piegas e maçante que até agora estou sem entender como a autora conseguiu puxar essa história até onze livros! Na verdade sei, afinal, já no primeiro volume ela apresenta várias personagens e possíveis formações de casais adjacentes, porém, era tudo tão óbvio para mim e lendo sua resenha percebi que mesmo com essa questão da denúncia de abuso sexual, não consigo me interessar por essa história.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Nunca li nada da Abbi Glines, mas a sua resenha me deixou curiosa para ler os livros. Fiquei triste só de saber o que a protagonista passa, doeu o coração. Fiquei interessada em conhecer a história, beijos!

    ResponderExcluir
  8. Li poucas coisas no estilo, mas ele me cativou, mas ultimamente tenho visto tanta coisa assim pelas redes sócias que começo a achar que os autores necessitam de uma luz de inovação, começa a ficar mais do mesmo, mas não pense que estou dizendo que é ruim ou coisa assim, só preciso de algo novo, o que não tira o mérito da autora e seu estilo que possui milhares de fãs.
    Desculpe pelo desabafo.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Fico muito feliz que goste tanto da autora. Para mim não funciona rs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tânia! Tem um tempo que eu tinha desistido dessa série, porque passei raiva em um ou dois livros. rsrs Mas gostei da sua resenha, acho que vou retomar, principalmente agora que a série finalmente se encerrou.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Nossa, essa autora tem muitos livros, né? Hahaha. Sempre vejo falarem bem das histórias dela. Adorei sua resenha e fiquei curiosíssima para ler o livro!

    ResponderExcluir
  12. Pôxa, depois de ler essa resenha apaixonante, fiquei pensando como é que ainda não conheço a escrita da Abbi Glines? Os temas desenvolvidos e as lições que a autora passa através dessa duologia são muito importantes!! Anotei a sua sugestão de leitura, obrigada!

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. É muito amor gente. :)
    Apesar de ter os quatro primeiros livros da saga Rosemary Beach, ainda não os li. Mas,fico feliz que a autora tenha conquistado uma legião de fãs . Amando cada postagem a respeito dela.
    abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Amo a escrita da Abbi e o fato dela retratar vários temas da atualidade só confirma a grande autora que é.
    Sou suspeita para falar mas sou apaixonada nessa série.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  15. Oie!

    Nossa eu amo demais essa série de livros da Abbi, li esse livro em dois dias e agora estou louca para ler o do Capitão e da Nan, que tenho certeza será tão bons quanto todos os outros foram!

    Bjss

    ResponderExcluir
  16. Olá, eu amo muito os livros da Abbi e eu ainda não li esse mais sei que vou chorar quando realizar a leitura desse livro, gostei da sua resenha é diferente

    ResponderExcluir
  17. Ola,
    Nossa deu para ver que você realmente gosta muito dessa série, eu li até o momento somente o primeiro livro e lembro que me irritei um pouco porque achei o mocinho meio grudento demais e a protagonista meio bobinha, mas mesmo assim tenho vontade de acompanhar os outros livros da série.Legal saber que ela continua com os personagens em toda a série assim podemos ver sua evolução, se der quero ler pelo menos mais um.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Tenho visto os livros dessa série fazerem cada vez mais sucesso. Um ou outro até me chamam atenção, mas no geral a série não me interessa tanto assim. Gostei de ver a sua opinião sobre esse volume.

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito deste livro e acho mesmo importante a autora ter abordado a dislexia na história. Mase é um personagem e tanto, um dos melhores na série.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  20. Oi. tenho dislexia e me disseram que esse era um dos temas do livro, achei que a autora trata tudo muito superficial e romantiza algo tão simples como a dislexia, mas é uma leitura fluida e rápida.

    ResponderExcluir
  21. Oi! Logo que vi que esse é o 11º livro de uma série fiquei um pouco desanimada rsrs Não porque não gosto de séries, mas já tenho tantas sagas na minha lista que fica difícil encaixar mais uma, ainda mais uma tão grande.
    Mas achei legal a premissa da história, envolvendo questões de bullying e violência doméstica.
    Quem sabe um dia eu possa ler.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  22. Oie,
    Não li nada da autora, e acabo não me interessando muito pelos livros dela, pois não sou fã do gênero.
    Até pensei em dar uma chance para conhecer a autora, mas não tenho mais coragem de encarar séries tão longas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oiiii, amo a série Rosemary Beach, sou completamente apaixonada... E essa história do Mase, senhor amado! Me conquistou! Amei a sua resenha!!

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bem? Ah socorro, a cada novo elogio que vejo da série Rosemary Beach, fico mais ansiosa ainda para conhecer. Já me galaram que essa é uma das melhores histórias dentro da série, e sua resenha só me deixou mais curiosa ainda. Deu para perceber que você amou mesmo haha Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oie
    Eu comecei a ler essa seria, mas não consigo mais acompanhar.
    Essa história parecer ser bem forte, característica principal da autora e quero conhecer profundamente tudo.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Adorei o quote escolhido!
    Eu vejo diversos comentários positivos da autora, e apesar de ler resenhas maravilhosas, ainda não me senti atraída o suficiente para correr atrás e fazer q leitura.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Como eu amei esse livro Reese e Mase são um dos meus casais favoritos. Suspirei a cada página que lia. Amo a série e a escrita da Abbi é maravilhosa.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir