slide

Maior que tudo - A.J. Ventura

05 fevereiro 2018

Resenha por: Tânia Bueno
Título: Maior que tudo
Série: In love in NY - Livro 1
Autor(a): A.J. Ventura
Editora:Amazon e-book
Gênero: Romance sensual
Páginas: 297
Compre e Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota:
A resenha de hoje é de um e-book que já estava comigo fazia algum tempo e confesso que me surpreendi positivamente com este livro super fofo e divertido, de cara já afirmo que vale a pena ler por ser uma leitura leve, despretensiosa e com um bom humor muito legal e de quebra ainda nos leva a algumas reflexões sobre, por exemplo, a importância de não se memorizar e que muitas vezes as escolhas das pessoas não seguem os padrões ditados pela sociedade do culto ao corpo magro. Por que um homem lindo e magro não amaria uma mulher linda e gordinha? Sou totalmente avessa a padrões preestabelecidos. Sim, podem dizer que sou sempre do contra. Eu digo sempre não, mas quase sempre sim. Kkkkkk

Aliás, tenho uma amiga linda de viver, gordelícia que se casou recentemente com um homem lindo e magro, então não é história da carochinha... Ah! Eles se amam de verdade e um complementa o outro, simples assim.

Vamos lá....

Por favor, leia a sinopse que dá uma noção geral do romance.
Sinopse: Aos 26 anos, brasileira e morando em Nova York, a sonhadora e romântica professora Anna já desistiu do príncipe encantado. Apaixonada por musicais da Broadway, vive através do teatro as emoções que acha que nunca terá na vida real. Sem se sentir atraente fisicamente, passa os dias entre o teatro e os alunos, sem nunca ter experimentado uma verdadeira paixão.
Tudo muda ao conhecer o misterioso Joel. De uma beleza estonteante e com a sensualidade à flor da pele, ele tem o poder de tirar Anna da concha e mostrar que além de tudo o que tem para aprender, ela pode ter mais a ensinar do que imagina.
Conhecer um homem como Joel, muda a forma como Anna encara a vida, os homens e a si mesma. Ele não oferecia nada além de prazer, mas seria possível que ele visse além da aparência física e se interessasse de verdade por ela?
Ela sabia que era difícil acreditar nele, mas como questionar se ele era tão honesto ao afirmar que não poderia lhe oferecer nada além de prazer e cupcakes? Devia aceitar o que ele oferecia embora achasse que não era suficiente? Devia pular do precipício que era o relacionamento meramente sexual que ele propunha?
Anna queria responder a essas perguntas de forma honesta e tomar uma decisão consciente, mas bastava que Joel a tocasse para que tivesse todas as suas respostas, físicas e mentais, a seu favor.... Estava perdida.

Anna mora em NY com a best friend também brasileira e seu oposto Patrícia, ambas são mega engraçadas, Paty bem resolvida, desejada pela ala masculina, inteligente, ambas destemidas com um sonho e muito trabalho para concretiza-lo, abrir uma escola de idiomas para estrangeiros em NY. Elas criaram o dia do vinho em que contam suas aventuras da semana, desafios, acertos e erros, causos e muita risada. Elas dividem o apartamento e tudo que ganham vai para a poupança para a tão sonhada escola, elas não pretendem voltar a morar no Brasil, elas dão uma lição no quesito #foconosonho #foconoprojetodevida.

Anna é a criatura que não se acha atraente e não nutri nenhuma esperança de um dia namorar, curtir a vida a dois, amar e ser amada, ter família e filhos. Aliás, isso vem desde a sua adolescência, a única criatura que se aproximou nela não lhe fez muito bem e ela continua virgem aos 26 anos, ok se diverte sozinha sem grandes peripécias.
Ela é alvo constante das brincadeiras da Paty em relação à sua virgindade.  

Depois de conhecer o misterioso Joel que vai à escola em que ela dá aula para devolver o celular que ela perdeu no teatro, Anna o convida para almoçar em agradecimento e ele se diverte muito com a espontaneidade dela, ele entrega um cartão e pede que ela telefone. Ela fica sem ação durante alguns dias, afinal o bofe é lindo, por onde passa arranca olhares de meninas e meninos que gostam de meninos, o que ele iria querer com ela? É aí que entra a Paty com o mais novo projeto Anna desvirginada, e tudo que rola é muito engraçado, todos os preparativos e dicas.

Logo depois que Anna e Joel se falam ele aparece na casa dela e tudo vai indo de acordo com o planejado quando o cara percebe que ela é virgem e fica transtornado por ela não ter avisado, na realidade ele demonstra preocupação com o bem estar dela, após se certificar de que é o que ela realmente quer. Faz uma proposta para ela que é no mínimo inusitada e leva em consideração 100% o bem estar dela e de lhe proporcionar uma experiência única e linda, mas sem namoro, sem compromisso... Ela topa. Daqui para frente você tem que ler porque é muito divertido, interessante e lindo, mas o nosso príncipe misterioso tem um lado não revelado e sabemos que quando se revela, cada um tira as suas próprias conclusões e com Anna não é diferente. Então, se prepare para ficar chateada(o) com Joel como eu fiquei, aliás, fiquei muito puta e a autora danadinha que deixa o leitor sofrendo até o final com todas as cartas na manga, nos brinda com todo entendimento necessário e surpreendente.

Anna que tem uma relação maravilhosa com a família que mora no Brasil, em especial com uma Vovó que está a frente de qualquer tempo e com quem devolvi uma relação linda de amor e muito risada, amoooo estas velhinhas sem filtro algum. Pois bem! Triste e desiludida Anna vem para o Brasil já que sua Vó está passando por um grave problema de saúde. Nesta etapa muitas superações acontecerão e a mega best friend Paty entrará em ação, pensa em uma miga irmã, aliás, costumo dizer que amigos de verdade são parentes que escolhemos e estes são para sempre, a Paty é assim e neste livro ela passará por poucas e boas e claro merece um livro só para ela e já sei que sei que terá.

Este romance delicioso, envolvente tipo chiclete não deixa você parar de ler, mérito claro da autora A.J. Ventura que realmente surpreende com sua escrita deliciosa, detalhada na medida certa, ela confisca a atenção do leitor de uma forma esplêndida. Tem clichê? Hoje eu diria que um pouquinho, mas realmente isso não compromete a trama e não me incômoda. Mas se pensarmos que o livro foi disponibilizado em 2014, então não tinha nada de clichê já que tínhamos poucos autores escrevendo romances que envolviam pessoas gordinhas como protagonistas, afinal todos os seres humanos independente do seu porte físico ama, tem direito a amar e ser feliz como é. Coisa chata essa de preto e preto, branco e branco, homem e mulher, gordo e gordo/ magro e magro... A real é que toda forma de amar vale ama, sem os conhecidos e aceitos estereótipos preconcebidos.

Esta série merece e deve ser adotada e publicada por alguma editora de ponta, A.J. Ventura merece e muito ser lida por muita gente.

Sobre a Autora:
Vocês estão desafiados a conhecer um pouco dela.... (kkkk)  Extraído o texto que segue do site da autora.

“Vocês provavelmente sabem que eu sou Carioca, Rubro Negra, casada, sem filhos e que adoro Video Games, Teatro, Musica e esportes, entre outras coisas.
Como sempre achei complicado fazer um texto que me descrevesse de forma satisfatória, vou usar um desafio que rolou há um tempo no Facebook em que as pessoas citavam um número de coisas sobre si mesmas.

 Como nunca fui desafiada por ninguém (Forever Alone) coloco aqui a minha lista, Sem prometer um número específico, mas esperando que conheçam um pouco mais sobre mim. Não é coincidência que muitas dessas características sejam vistas em meus personagens, mas já falamos sobre isso.

- Tenho medo de Cachorro.
- Tenho quatro irmãos (uma irmã, três irmãos) e quatro sobrinhos (Todos homens)
- Meu pai desenhava. Meus irmãos desenham. Uma das grandes frustrações que tenho é não ter herdado o talento.
- Fui excelente jogadora de handball. Por muito tempo, foi a única coisa em que fui boa na vida.
- Não gosto de verão e tenho alergia ao sol.
- Minha avó morou comigo minha infância inteira e é uma grande referência na minha vida.
- Não tenho religião, mas acredito em várias coisas.
- Tenho muita facilidade para pedir desculpas, admitir que estou errada e aceitar críticas.
- Em geral, a primeira impressão que as pessoas tem de mim é errada.
- Não gosto que hajam com intimidade quando não tem.
- Tenho vergonha de me aproximar pela primeira vez de pessoas, seja na vida real ou online.
- Tenho apelido e sou conhecida por ele. TODAS as pessoas próximas me chamam assim, menos o meu marido.
- Conheci meu marido na Internet. Vivemos a vida toda próximos, conhecendo as mesmas pessoas e indo aos mesmos lugares. Quando finalmente nos falamos, Eu morava em Salvador, ele no Rio. Dava um livro. Eu sei.
- Muitas atitudes bacanas dos meus mocinhos foram inspiradas pelo meu marido.
- Odeio acordar cedo e tenho um péssimo humor matinal, mas acordaria cedo por um ano se me livrasse de escrever uma sinopse.
- Odeio briga e confronto. Não gosto de  discutir mesmo quando sei que estou certa.
- Quase sempre sei quando mentem pra mim ou tentam me enrolar, mas deixo.
- Como uma dona de casa que faz faxina antes da diarista chegar, reviso meus livros antes de mandar para a revisão.
- Amo café, gosto de leite. Odeio café com leite.
- Amo cozinhar e cozinho bem. Dizem que minha pizza é fantástica. Concordo.
- Adoro carne e faço churrasco sempre que posso. A churrasqueira lá em casa sou eu.
- Não me irrito facilmente, mas maçã na maionese e passas no arroz nunca falham.
- Uso cheiro verde para cozinhar, mas cato do prato.
- Trabalho embarcada há oito anos.
- Não sei nadar.
- Tenho ciúme das autoras que leio e quanto menos conhecidas forem, melhor.
- Detesto quando algo que eu gosto vira moda. Há grandes chances de desgostar.
- Adoro reality shows. Já assisti a todos. Sou especialista em BBB e curti por um bom tempo, até ser sequestrado por adolescentes e gente que shipa casal.
- Um ex-BBB fez a ilustração do meu rosto no início desse post.
- Receber feedback dos meus livros SEMPRE me dá prazer, mesmo quando a pessoa não gostou tanto assim.
- Escrever cenas de sexo me deixa exausta. Não me pergunte por quê. É sério. Não pergunte. Não sei por quê.
- A primeira vez de Pat e Jeff levou uma semana pra ficar pronta. Quando terminei, dormi 19 horas.
- Leio em qualquer lugar. O tempo todo.
- Odeio Spoiler.
- Compro quase tudo pela internet.
- Me ofereço para ajudar gente que não conheço, mesmo com coisa boba.
- Sempre entro no Facebook, mesmo que não poste nada.
- Tenho muita curiosidade sobre coisas que não tenho como saber, como a morte.
- Amo viajar e viajo sempre que posso, mas da véspera da viajem até estar dentro do avião, não relaxo com medo de que dê algo errado.
- Mesmo que não goste do ingrediente principal, se for a comida típica do lugar, experimento.
- Leio o mesmo livro e vejo o mesmo filme ou mesma peça várias vezes.
- Li todos os livros de Harry Potter mais de 10 vezes.
- Sou Grifinória, mas o chapéu seletor ficou confuso.
- Amo escolas de samba e sei de cabeça a maioria dos sambas enredo de 1986 pra cá.
- Sou Velha.” 
Fim! Não sem fim! (isso aqui é por minha conta. Kkkkk)

Site: https://www.ajventura.com.br/
E-mail: ajventuraescritora@gmail.com; contato@ajventura.com.br
Facebook: https://web.facebook.com/ajventuraescritora/?_rdc=1&_rdr

E aí me contem tudo, não me escondam nada... gostaram da postagem de hoje.

Beijos muitos beijos💚💞👊
Tânia Bueno

23 comentários:

  1. Sou fã de leituras despretensiosas e assim como você sou contra a estes padrões. Achei o enredo bem divertido, ainda mais pelo projeto Anna desvirginada kkk. E tenho pra mim que nada mais clichê que o próprio amor, então é uma dica que eu adoraria ler. E que autora misteriosa essa, vou lá conferir o site dela.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já gostei pela capa! Adorei a tua resenha e você me deixou muito curiosa para ler, espero que a obra seja publicada por alguma editora e ganhe uma versão física.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Que livro! Já quero! Parece ser divertido e lindo, apesar de ter aquele momento ali que disse que vamos ficar com raivinha do protagonista... Medo é curiosidade me definem.

    Amei também as curiosidades sobre a autora por ela mesma. Já queria conhecê-la haha 😍

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo carinho com meu livro. Fico feliz que Anna tenha te conquistado e que Joel tenha sido perdoado no Fim. Adorei!!! ❤️❤️❤️

    ResponderExcluir
  5. Ah, que delícia que deve ser esse livro! Adorei, menina! Adoro quando vejo isso de amor é amor, independente de aparências. Amei a premissa, dica super anotada!

    Um beijo, Pri :*

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Que legal essa capa! Já tinha visto este livro por aí, mas não dei muita bola; porém depois de ler sua resenha fiquei bem curiosa pra ler a obra.

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Sò a sinopse e a capa já me conquistaram rs.
    E lendo a sua resenha, só aumentou o desejo de ler. Parece ser um enredo em divertido e já anotei essa dica. <3

    ResponderExcluir
  8. Bem interessante essa obra, espero que saia em versão fisica, pois imagino que fara sucesso, foi bom ler sua opinião, deu ate uma curiosidade de ler no kindle mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Tania
    Adorei a resenha e a dica!!! Tem muita coisa boa escondida por aí, e pelo jeito você achou um diamante!! Dica mega anotada.

    ResponderExcluir
  10. Eu já li esse livro e super concordo com tudo o que disse na resenha. Fico mega contente ao ver que também gostou da leitura, muitos leitores precisam conhecer os livros da A J Ventura!

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Quem não gosta de uma leitura despretensiosa? Eu com certeza gosto! Não conhecia este livro e já estou anotando a dica.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Que resenha linda, bem descontraída, amei! Eu particularmente amo livros assim, de romance mas com muito humor, são meus preferidos. Fora que a capa é um amor, já anotei a dica. E é bem curtinho né? Dá pra ler bem rapidinho, amei saber que é uma leitura despretensiosa, já quero ler.
    BJos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro esse tipo de leitura porque além de ser super leve, fofa ainda tem uma baita mensagem pra sociedade. Também sou do contra e odeio todos esses padrões que excluem tantas pessoas maravilhosas. Não conhecia a obra mas certamente lerei em breve.

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    O livro me parece bem divertido e até gostei da premissa dele, mas estou com tanta coisa parada aqui que accho que não leria.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Tenho vários ebooks, mas este não conhecia e amei conhecer! Adorei a premissa e sua resenha é muito fofa! Obrigada pela dica! Adoro livrinhos assim, de leitura envolvente e rápida! Anotadíssimo!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Ahhh, adorei a premissa! Também estou no time das gordinhas que namora um magrinho, sei como é. Se pudesze dar uma sugestão, mudaria um tiquinho a capa... acho que ficaria mais legal ainda! Se sair fisico, conte comigo para ler 😊

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Adoro obras com essa pegada chiclete e gostei de saber que esse livro foi assim pra você. Gostei de saber que Anna tem uma boa relação familiar com seus parentes do Brasil, pois sempre estamos acostumados a ver personagens com problema com seus familiares.
    Vou anotar a dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi. Perdoe-me a ignorância, mas eu não compreendi o termo 'não se memorizar'. Sobre livro falar de padrões sociais, já me chamou atenção, mesmo tendo seus clichês, isso muito me interessa. Quero que esse romance chiclete cole em mim

    ResponderExcluir
  19. Olá Tânia, eu não conhecia o livro e pelos seus comentários parece ser um romance bem divertido e fofo *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  20. Oiee ^^
    Eu gosto bastante de histórias que desconstroem padrões aos quais estamos condicionados desde que somos crianças, e gosto mais ainda de histórias engraçadas e apaixonantes. Mas essa coisa de personagem misterioso não é comigo...haha' eu sempre acabo pegando ranço, principalmente quando os personagens começam no casual :/
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  21. Olá! Simplesmente amo esses livros com personagens tão carismáticos. Gostei muito da história, parece ser tão gostosa de acompanhar e incentivar a realização de sonhos já me ganhou haha muito legal a dica e a resenha ficou mara!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  22. Fiquei com muita vontade de ler esse romance, ainda mais depois de ler os fatos sobre a autora no final, hahahahaha. Achei super legal.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  23. Oi, Tânia! Eu não conhecia o livro e amei a história... Sua resenha foi deliciosa de se ler...! Com certeza anotei a dica, super legal!

    ResponderExcluir