Eu acho que você é meio doido, sim - Nath Araujo

07 novembro 2019


Resenha por: Tânia Bueno
Título: Eu acho que você é meio doido, sim
Autor(a): Nath Araujo
Editora: Planeta
Páginas: :160
Adquira o seu: Amazon
Adicione no: Skoob
Avaliação:  

Sinopse: Este livro é sobre você!Sempre que conheço alguém novo, essa pergunta me vem à cabeça: como chegamos aqui? Eu não chego a perguntar, porque nem todo mundo lida bem com perguntas estranhas logo na primeira conversa, mas eu penso. Vamos analisar, por exemplo, eu e você. Ao invés de ler este livro, você poderia estar lavando louça (espero não ter te lembrado de algo), esbarrando no amor da sua vida e derrubando livros do jeito mais clichê do mundo, ou construindo um dragão ciborgue. 

E eu? Cá estou, escrevendo, enquanto ouço o gato miar do lado de fora do quarto depois de onze tentativas de fazê-lo se comportar na presença de um computador. Eu poderia estar no Palácio de Buckingham (nem sei falar isso em voz alta), ou apenas dobrando a pilha de roupas que deixei no pé da cama, mas estou aqui. As duas possibilidades são remotas, mas elas existem, ok? A gente nunca pode se esquecer de que a vida é muito louca.O livro é exatamente sobre isso. Sobre ser quem você é, por mais doido que a ideia e você sejam. Vamos tentar esquecer a palavra “doido” por um momento, apesar de ela estar no título do livro, e focar em “você”. Você. V O C Ê. Não entendeu nada? Então corre para a primeira página...


Fui atrás desse livro motivada pela resenha do blog Stalker Literária. Delicia de livro que arranca várias risadas espontânea do leitor. Trata-se de uma conversa com a autora em que ela narra muito de si e das coisas meio doidinhas que ela, eu, você e todo mundo faz, às vezes, ou sempre e que nos faz rir de nós mesmos e como penso que rir de nós mesmos é uma arte, eu adorei o livro.  A Nath Araujo é real e nos dá a mensagem de que sim, é normal ser meio doido(a) e como penso que a coisa da normalidade é balela, afinal o que é ser “normal”? Além de divertir e nos conectar com a autora, ela que é uma ilustradora fantástica, nos presenteia com desenhos que podemos colorir, tem ainda a interação através da proposta de o leitor(a) continuar uma série de dicas, informações e coisas outras.

Sabe, aquele livro gostosinho de ler, divertido e que te faz bem danado? É este livro que falo para você e de quebra conhecemos muito da Nath, o seu gato estiloso e cheio de si que é o Samuel, um convite a ser quem somos, embora eu seja assim desde sempre, faço parte da galera que estimula as outras pessoas a serem elas mesmas independente da opinião dos outros. Somos pessoas únicas, com características próprias, com atitudes nem sempre comuns e que às vezes pode até assustar os outros, aliás, isso me diverte horrores.

Amei o livro, portanto, mais que indicado.

Beijos doidinhos!
Tânia Bueno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Autores Parceiros