slide

DÁLIA AZUL - Trilogia das Flores

27 novembro 2013


DÁLIA AZUL
Nora Roberts
Editora Bertrand Brasil
375 páginas

Dália Azul é o primeiro livro da Trilogia das Flores, o segundo é Rosa Negra e o terceiro é Lírio Vermelho. Nesta trilogia as flores estão relacionadas às três protagonistas e, para variar Nora Roberts se esmerou na produção com uma escrita envolvente e personagens absolutamente fortes e marcantes.

O prólogo data do ano de 1892, época em que os homens tinham um casamento que convinha à sociedade e várias aventuras fora deste. Assim, neste contexto histórico temos uma narração triste marcada por perda e muita dor. Na sequência somos levados ao ano de 2001 e situa um pouco a vida tranquila e afetiva de Stella e Kevin Rothchild que morreu de forma repentina tirando o chão de Stella que agora se vê sozinha, viúva e com dois filhos pequenos.

Após três anos da morte do marido e mais fortalecida Stella, uma mulher pragmática, objetiva e determinada decide recomeçar sua vida deixando o passado para trás, ela juntamente com os dois filhos Gavin agora com oito anos e Luke com seis anos, mais o novo integrante da família o cachorro Parker se mudam de Michigan para o Tennessee no Sul dos Estados Unidos.

Contratada como gerente da empresa de jardinagem e paisagismo No Jardim, Stella será uma pessoa importante com seu senso de organização e de empreendedorismo para proprietária Rosalind Harper – conhecida como Roz. Stella passará a morar com os filhos na centenária Mansão Harper juntamente com o Roz, seu filho Harper um verdadeiro cientista das plantas, quieto e observador; e David um amigo de infância que além de ser considerado um filho adotivo para Roz é o mordomo da casa. David é dono de grande senso de humor e administra a mansão como ninguém, ele terá agora dois amigos adoráveis Gavin e Luke. Tem ainda a Noiva Harper, um fantasma que vagueia pela mansão e que fica furiosa quando as mulheres com filhos pequenos se relacionam afetivamente com homens, ela vai aprontar e assustar. Mas, não tema pelas crianças elas as  adora.


Apesar de Roz ser temida e conhecida como austera demais, Stella enxerga muito além do que ela aparenta ser. “Ela é orgulhosa, mas não vaidosa, decidida, mas não dura... pelo menos não demasiadamente dura, embora haja quem discorde. Boa amiga e uma inimiga formidável. É direta e fugidia” página 50.

Chega outra moradora para a casa uma prima distante de Roz Hayley Phillips, está em busca de um recomeço após a morte do pai, fato que a desestabilizou consideravelmente. Hayley está grávida de seis meses encontra em Roz e Stella amizade, cumplicidade e um vínculo de família. Ela é uma apaixonada por livros e sempre trabalhou em uma livraria, mas agora se envolverá e trabalhará com plantas. Para Hayley “Plantar uma flor é como abrir um livro, porque em ambos os casos estamos começando qualquer coisa e o nosso jardim é a nossa biblioteca”. Pág. 131

Outro morador desde sempre da mansão é o fantasma que leva o nome de Noiva Harper que aparece para as crianças e gosta de protegê-las como se fossem suas, este fantasma também faz aparições para as mães de crianças pequenas e mulheres grávidas, se incomoda com homens quando estes se aproximam afetivamente das mulheres com filhos pequenos. Até a chegada de Stella na mansão o fantasma da Noiva Harper nunca causou problemas a ninguém, tanto que sempre foi considerada uma integrante da mansão, entretanto esta percepção muda quando “coisas assombrosas” começam a acontecer. O fantasma é o mistério que permeia toda a trama, uma entidade que não se sabe por que está na mansão há tantos anos.

Logan Kitridge é o paisagista e designer da empresa No Jardim, alto magro, cabelos compridos, dinâmico, atraente e em minha opinião decididamente sexy.

Logan e Stella têm um contato inicial digamos que intempestivo e conturbado, ela o descreve como um homem “grosseiro e rude, boca dura, faces secas... não era um homem atraente, apenas interessante.” Enquanto ele...: aquela mulher tinha uma língua afiada. Era aquilo que sua mãe costumava chamar de ferroada de abelha, embora bonita. Pelo visto nunca se calava”. As diferenças individuais criticadas por ambos, tais como: a organização quase obsessiva dela; a bagunça e a falta de planejamento dele acabam por aproximá-los inicialmente pelas discussões e posteriormente pela atração através dos opostos que se complementam, existe uma forte química entre eles. É lindo acompanhar o crescimento da amizade, do amor, da confiança mútua, da sensualidade que há em cada toque. Mas, como existe amor no ar, o fantasma começa a interferir causando insegurança e medo, aliado a este fato Stella fica intrigada com um sonho estranho e recorrente que envolve sua flor predileta uma dália, só que a do sonho é uma rara dália azul.

Nora Roberts ama jardinagem, flores em especial e este livro é um deleite para os apaixonados por jardins tanto que em alguns momentos da leitura eu imaginava a beleza, o colorido e o perfume das flores. Muitas espécies são mencionadas, como dálias, oleandros, clematite, lobélias, verbenas, altérias, alissos, cosmos, acer, rosas, amor perfeito, corniso, lírios, íris, alpondras, silene, armeria, camélia, glícinia, flox, aquiléias e muito, mas muito mais.

E como os amantes das plantas sempre fazem conexão destas com música, temos uma trilha maravilhosa e como na maior parte são mencionadas apenas os interpretes ou bandas, ousei pesquisar as músicas de 2004 para trás e selecionei algumas para compor a trilha sonora de DÁLIA AZUL, espero que gostem.

1) Losing my religion – R.E.M
2) Everybody hurts – R.E.M
3) Wanderlust – R.E.M
4) A day without rain – Enya
5) Flora´s secret – Enya
6) Lazy days – Enya
7) Lavender blue dilly dilly
8) Tema de Guerra nas estrelas – John Willians
9) Some kind of monster – Mettalica
10) Sweett Amber – Mettalica
11) Erin Shore – The Corrs
12) Summer Sunshine – The Corrs
13) Borrowed heaven – The Corrs
14) Top of the world – Dixie Chicks
15) A home – Dixie Chicks
16) That´s Amore – Dean Martin
17) Baby got back – Six Mix a Lot
18) Californication – Red Hot Chilli Peppers
19) Under the bridge – Red Hot Chilli Peppers
20) Heartbreak – Elvis Presley
21) Shake Rattle and roll – Elvis Presley
22) Variation from Rhapisody on a theme of Paganini, Op.43 – Sergei Rachmaninoff
23) Symphony nº 2 Op.27, In E minor, Adagio – Sergei Rachmaninoff

Então fica o convite para você mergulhar na leitura de Dália Azul e se lançar em um jardim sempre em construção. Para mim, o jardim é como a vida precisa de espécies variadas (amizades), precisa de sementes importantes como o amor, precisa de forma, precisa ser regado constantemente e de presente temos o colorido, o aroma e a beleza incondicional.

Depois me contem quais foram as suas sensações e impressões.

Beijos e muitos cheiros!
Tânia




27 comentários:

  1. Oi Tânia!
    Eu amo Nora Roberts, adoro a forma como a autora aborda o amor, a amizade, o trabalho e a família em suas obras. Essa Trilogia tem um lugarzinho especial no meu coração, especialmente o 3º livro.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elis,
      Também amo a Nora Roberts, estou lendo o 2º livro e já ansiosa para ler o 3º. Você acha que vou gostar mais do 3º como você?
      Bjs querida.

      Excluir
  2. Eu não sabia que as flores tinham ligação com as protagonistas, nunca tinha entendido os nomes dos livros... rs... E também não sabia que a Nora ama jardinagem!! hehe...

    Amei o primeiro contato que tive com a autora, com Cativado, e pelo jeito essa trilogia também é imperdível! Quero ler! *-*

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju, os livros são lindos, leia e depois me conte. Pessoas que gostam de romance, um toque de sobrenatural, beleza e cheiros, além de muito colorido, vai adorar as tramas. É romântico na medida certa e divertido, eu mesma me peguei rindo na companhia de Dália Azul várias vezes. Boa leitura
      Bjs e cheiros.

      Excluir
  3. Oi Tânia!
    A Nora é uma máquina de escrever, a mulher escreve em vários estilos!!
    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Glady, você tem razão a Nora é realmente uma máquina eu a amo. Ela tem mais de 200 livros publicados e sabe como ninguém cativar e reter a atenção do leitor.
      Bjs

      Excluir
  4. Sabe que sempre adio a leitura de Nora Roberts? Nao sei bem porque... Mas sua resenha me deixou bastante curiosa! Ainda mais pel detalhe de o fantasma ser considerado da casa hahaha! Os outros dois livros já foram lançados no Brasil? Quem sabe, se nao tiverem todos por auqi, nao aproveito essa sexta feira... hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ligia, eu sou muito suspeita, pois simplesmente amo a forma de escrever da Nora, ele tem livros que acho que você gostará muito como a Villa, cheio de suspense, Belíssima é muito bom também e muitos outros. Com relação a Trilogia das Flores, os outros dois livros Rosa Negra e Lírio Vermelho já foram lançados no Brasil. Leia e depois me conte. bjs

      Excluir
  5. Oi Tânia!

    Eu li apenas um livro da autora e confesso que não me convenceu muito. Tenho intesse nas obras policiais dela que já ouvi ótimas recomendações. Sua resenha ficou ótima, pois conseguiu expor todo seu envolvimento com o livro. Não sou ligada a flores e a premissa da história não me chama a atenção, porém tenho certeza que para quem curte as obras da autora é um prato cheio.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran, obrigada por seu comentário e pelo elogio, é um presente. Claro que valorizo tb as críticas construtivas, afinal nem tudo são flores. Hahaha.
      Bjs

      Excluir
  6. Olá! Adorei o blog. Seguindo, claro!
    Beijos,
    Isabelle
    http://www.verbosdiversos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Isa, já indo lá no Verbos Diversos ler a resenha. bjs

      Excluir
  7. Olá! Adorei o blog. Seguindo, claro!
    Beijos,
    Isabelle
    http://www.verbosdiversos.com/

    ResponderExcluir
  8. Oie Tania
    Amo a escrita da diva NORA, simplesmente amo.
    Ainda não tinha lido essa trilogia, mas fiquei muito encantada depois de sua resenha.
    Eu sempre aprovo os livros da Nora e é difícil eu não gostar dos livros dela.
    Parabéns pela resenha. Beijos

    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Jess, concordo com você NORA é realmente uma diva. Você vai amar a Trilogia das flores. bjs

      Excluir
  9. Tania eu não li esse livro da Nora, mas o que despertou minha curiosidade pra conhecer foi a trilha sonora, amei e com certeza vou ler ouvindo as músicas rsrsr.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paty, a trilha é demais e vale super a pena ouvi-la e Trilogia das flores é bem bacana. bjs

      Excluir
  10. Oi Tânia, tudo bem:
    Já li alguns livros da Nora e gostei bastante! E pretendo ler essa série sim!
    Beijos e boas leituras!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran, leia e depois me conte. Neste momento estou finalizando a leitura de Rosa Negra que é o segundo livro. bjs

      Excluir
  11. Já ouvi falar tanto desse livro! Mas nunca li nada da Nora! s2
    Amei a Resenha!
    Oi Flor!
    Você deixou no comentário do meu blog que gostaria de ler a Resenha da A Escalada de Eva - A Resenha Saiu! Espero que goste!
    Vou deixar o link aqui, depois me diga o que achou!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2013/11/resenha-escalada-de-eva-as-duas-faces.html
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula, vou correndo ler a resenha e, sei não acho que terei mais para pedir ao Papai Noel. hahaha

      Excluir
  12. Menina acredita que nunca li um livro dessa autora??? Fui em um evento da arqueiro e descobri que ela escreve todos os dia das 8 as 16:00 mesmo quando está viajando, sou seja, ela não para. Eu nunca tive curiosidade em ler os livros dela, mas ultimamente tem uns que me chamaram minha atenção. Eu gosto muito de flores, mas esses em si não me despertaram para a leitura. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diana, a Nora realmente é uma máquina de escrever e o filho dela está indo no mesmo caminho, mas ela é A DIVA. Tem livros dela que não gostei muito, mas é a minoria e para quem gosta de romance, como "euzinha" gosta dela. bjs

      Excluir
  13. Oieee =)
    que resenha instigante, mesmo que não fosse, quero ler o livro, pois sou apaixonada pela a escrita da Roberts!
    Beliscões carinhosos da Máh ♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mah, eu acho que você vai gostar bastante da Trilogia das Flores. Cheiros e beliscões. rs.

      Excluir
  14. Ah não Tania, não faz isso comigo =.=
    venho ver as novidades e vejo uma nova postagem da Nora e pior, de uma triologia que eu não tenho! Que isso u.u Meu pai ainda não pensou no que me dar de natal, vou sugerir assim que exigir dele essa trilogia, fiquei intrigada com A Noiva Harper, além dos personagens que parecem tão cativantes. Acho que ela aprofunda tão bem as caracteristicas de todos, personalidades, além das narrativas ricas em informação, mostrando sempre como ela aprofunda seu conhecimento pra nos passar isso. (lembro de um livro que li dela, não me lembro o nome mas era em uma ilha e ela narrava com maestria até as lentes e modelos da fotógrafa, eu amei ♥)
    Eu não entendo mto de flores mas isso é bom, adoro ler e aprender coisas novas no processo
    bjus flor!
    um abraço!
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pan eu estou amando a Trilogia das flores, entre hoje e amanhã terminarei o segundo livro que é Rosa Negra, AMEI. Eu não entendo nada de flores, mas as amo de coração pela beleza, pelo perfume, pelo segredo que cada uma emana. Com leitura aprendi sobre um montão de coisas e até me deu mais vontade de plantar. Como você aprender sempre é uma das minha metas de vida.

      Cheiros em você, Flor Pan.

      Excluir