slide

Bate papo na Bienal do Livro - com Felipe Colbert e Maurício Gomyde.

27 agosto 2014

Evento: Bienal do Livro 2014
Local: São Paulo – Anhembi
Bate papo com Felipe Colbert e Maurício Gomyde

Continuando o compartilhamento das minhas idas à Bienal, no final da segunda-feira participei de um bate papo na Editora Novo Conceito com os autores Felipe Colbert (Livro Belleville) e Maurício Gomyde (livro: A Maquina de contar histórias), o bate papo foi mediado pela Christine M. (Livro: Enquanto a chuva caia) e neste evento tive a alegria de encontrar a queridíssima Juliana Xavier do blog Entre Palcos e Livros, carinhosamente conhecida como Jú, que é uma graça de pessoa e que admiro muito.

Claro que aproveitei para tietar alguns queridos autores e queridas autoras nacionais, pegar autógrafos nos meus livros e tirar fotos, lógico!

Com Jú e Maurício
Com Christine M. e ENQUANTO A CHUVA CAIA

O bate papo mais parecia uma deliciosa roda de conversa com pessoas que dividem gostos parecidos. Gente, tinha um garoto de 11 anos em companhia da mãe, ele tremia muito de tanta emoção por estar perto do Maurício Gomyde, vocês precisavam ver que graça!

O Maurício Gomyde falou sobre a importância da pesquisa para a construção de uma história, pois é isto que dá consistência à mesma e os leitores merecem sempre o compromisso com a verdade ainda que a história seja de ficção, o quer dizer que quando se menciona, lugares, episódios, época dentre outros detalhes, o autor deve se certificar de que se estes itens não foram criados, deve ter consistência e ressonância com o que existe ou existiu efetivamente.


Com Maurício Gomyde e a MÁQUINA DE CONTAR HISTÓRIAS
O Felipe Colbert falou um pouco das técnicas que utiliza para escrever, ele é muito espontâneo, assume ser um escritor comercial, um contador de histórias que ama escrever e emocionar os leitores. Segundo Felipe é muito importante o planejamento da história e em Belleville ele demorou 2 meses planejando o livro inteiro para posteriormente iniciar a escrita. O Felipe é uma pessoa de muito conhecimento e que estuda muito, é admirável o envolvimento dele com o processo criativo, tanto quanto o Mauricio Gomyde e a Christine M.  

Andei, pensando sobre o que os dois autores falaram e cheguei a conclusão que escrever não é fácil, é preciso estar muito atento a uma gama enorme de detalhes. A preocupação com planejamento, pesquisa e tudo mais é importante. Eu por exemplo, às vezes leio alguma obra e vou checar a informação, coisa de alguns leitores que mergulham de cabeça na história, ler sobre alguma cidade, praia e afins, faz uma anotação escrita ou mental para futuramente visitar o local,pesquisar se existe e checar visualmente pela internet, muito louco não é? Pois, é... sou assim... vivo a ficção na realidade (risos)

Não preciso dizer que aprendi muito, não é mesmo?


Com Felipe Colbert e BELLEVILLE

Já no dia 28 retornei para comprar o livro da queridíssima queira Keila Gon para mim e para minha amiga Michelle Ladislau (Blog As Leituras da Mila-RJ) que encomendou também o livro da Samantha Holtz, olha eu aqui com os livros e com estas duas fabulosas escritoras. Além, de conhecer a Lú Piras que é uma graça de pessoa.


Com Keila Gon e SOMBRAS DA PRIMAVERA  E CORES DE OUTONO
 Samantha Holtz e e RENASCER DE UM OUTONO
Com Lú Piras e UM HERÓI PARA ELA



Conseguir ter ido à Bienal quatro dias foi demais para mim, passava praticamente o dia inteiro lá e não via o tempo passar me esquecendo até de comer e beber água. A magia e a beleza de ver tantos livros juntos realmente foi fantástico para mim, eu parecia uma criança em um parque de diversões. Ver muitas alunos levados por suas escolas foi uma alegria a parte, ver pequeninos (pequeninos mesmo de creche e jardim) na Bienal, foi outra emoção. Ok que pequeninos ou grandes davam bastante trabalho aos professores que os acompanham. Mas, esta foi uma prova de que não é verdade a máxima que já andei lendo, que estudantes ou a maioria das pessoas não se interessam por livros, aquele espaço estava lotado, eles tropeçavam em mim, eu parava no meio deles para esperar e facilitar a passagem deles e eu fazia isto com muita, mas muita alegria.

Vi muitos jovens e crianças comprando livros, fazendo filas enormes nos caixas para pagarem suas compras e muitos apenas olhando por quê não tinham dinheiro para comprar. Quisera eu ter condições de dar a estes o livro que desejavam, mas só pude fazer isto para uma única pessoa, quem sabe um dia eu consiga fazer isto, não é. Chegar para alguém que fiz: "Poxa queria tanto levar tal livro, mas não posso, não tenho dinheiro" e dizer pode levar eu o darei presente para você. Um dia conseguirei, sim, porque acredito que livro é e sempre será um presente fantástico.

Esta foi minha semana, esta foi a Bienal em que mais dias pude ir, esta foi uma grata semana, de grata surpresas, amei tudo! Depois mostro todos os livros que comprei. Ah! Participei de um concurso cultural na Editora Gente / Única estou torcendo para ganhar a moto.

Foi isto meu povo querido e aí o que acharam?

Beijos saltitantes de alegria!
Tânia Bueno


18 comentários:

  1. Oi, Tania, quanta coisa! O bate-papo com Felipe Colbert e Maurício Gomyde deve ter sido incrível, só pelo pouco que contou já senti isso. Adorei ver que encontrou tantos autores e blogueiros também. A Lu Piras parece ser mega fofa! A Christine M. é super querida, a adoro. Também me emociono ao ver crianças fascinadas, é estimulante imaginá-las crescendo e continuando leitoras, quem sabe escritoras e profissionais do livro? Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá Tania, tudo bem? Eu fui na Bienal nos dias 23 e 24 e acabei não tendo a oportunidade de conhecer muitos autores nacionais, tive que gastar meu tempo conhecendo os stands, vendo a Lucinda, por exemplo. Porém, queria muito conhecer de perto o Maurício, Tammy, Felipe e outros autores. Fico feliz por você ter essa oportunidade e que aproveitou bastante o dia. Ah, é legal ver crianças lendo e se emocionando com os livros, isso me deixa com esperança.

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Tânia, acompanhei o sua aventura na Bienal pelo seu instagram, que delícia, queria ter tido a chance de ir mas não consegui. Fui matando minha vontade pelas suas fotos. O livro do Maurício é o nacional que eu mais desejo no momento, queria muito pegar o autógrafo dele, quem sabe ele não vem para Campinas qualquer dia.
    Beijos
    Blog: Porão da Liesel
    Página no Facebook

    ResponderExcluir
  4. Tania, querida,
    Que passeio agradável! Ouvir dois grandes nomes da Literatura Nacional foi um feito e tanto, pena que eu não pude ir nesse dia!
    Acho que todos os autores que a Novo Conceito está contratando estão mudando a visão do Brasileiro sobre a literatura nacional e adoro isso!
    Eu também daria livros a todos se eu pudesse, acho que ler deveria ser um direito previsto na Constituição Federal!
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  5. Oi Tania, tudo bem?

    Fui na Bienal no primeiro fim de semana e conversei com o Gomyde. Ele é um barato né? Adoro seus livros e o papo com ele sempre flui \o/ . Mas conversei com poucos autores, infelizmente. Espero que em 2016 possa aproveitar mais!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Eu fui nos dias 23, 24 e hoje, encontrei alguns autores nacionais também.
    O Mauricio, a Lu Piras, Felipe eu já conhecia de outros eventos e resolvi não leva meus livros pra pegar os autógrafos dessa vez, queria era ir em todas as editoras :)
    Também acredito nisso que um livro é um presente fantástico e assim como você sonho eu consegui leva esse mundo mágico pra muitas pessoas.
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  7. Oie Tânia. Que legal esse bate-papo, o Maurício e o Felipe são fantásticos, né? Uma pena que não nós encontramos na Bienal, eu fui no primeiro fim de semana. Eu adoro participar de eventos assim. Legal que aproveitou muito lá.

    Beijos,
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  8. Olá, deve ter mesmo sido incrível esses dias na bienal. Eu, infelizmente acabei não conseguindo ir, fiquei em casa só vendo as fotos e tudo mais. Espero que ano que vem eu consiga conferir a Bienal do RJ. O mais legal da bienal, na minha opinião, é ter esse encontro com autores e blogueiros, participar de palestras e bate papos e conhecer novos livros. Espero que tenha se divertido!

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Não fui à bienal, mas gostaria de ter ido tanto por conta dos bate papos, conhecer autores e blogueiros mas também por conta das ótimas promoções. Pelo que vi tiveram várias coisas desagradáveis como lançamentos caros e superlotação. Fica pra próxima o/

    Abraço
    http://pipocaradioativa.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ah, que massa, você tirou foto com o Maurício Gomyde!! Queria muito tê-lo visto na Bienal, mas minha presença lá foi meio relâmpago hahaha. Fui só no dia 23 e não consegui aproveitar quase nada, tirando o encontro de blogueiros da Intrínseca - estava tudo muito lotado, muvuca geral, e acabei indo embora cedo.
    Bom, espero que haja outras oportunidades de conhecer o autor; adoro os livros dele!

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  11. Tania,
    Que post maravilhoso. Vários autores e feras que eu sou fã no maior carinho. Acho lindo ver as produções nacionais se expandindo e ganhando novo terreno. Precisamos findar o preconceito de que os frutos da terra são inferiores.
    Amei tudo que foi dito sobre a Bienal e infelizmente eu não fui ao evento, mas adorei o post!

    Abraços
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, posso ver que essa ida a Bienal, rendeu muitas coisas.
    Que coisa boa, gostaria de ter esse ´privilegio, e conhecer mais
    os autores tão queridos. Gostei muito ter ido, mas a distancia dificulta,.
    adorei

    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Tânia,

    Nessa semana só v postagens sobre a Bienal, seja na internet e na TV, eu queria muito ter ido, mas só poderei ir numa quando já estiver na faculdade e vai demorar um pouquinho então fico aqui só sonhando em uma dia ir, deve ser muito fofo e legal poder dar um livro pra uma pessoa que não pode comprar, eu queria poder fazer isso, mas não tenho muito dinheiro nem pros meus livros.

    Mayla

    ResponderExcluir
  14. Olá Tânia!
    Que relato bacana dos seus dias na Bienal. Pelo visto você aproveitou bastante. Todos o escritores que você citou eu já tive a oportunidade de conhecer e amo cada um deles. Quero muito os livros da Keila e da Samanta Holtz.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ain Tânia, acho que todos queremos poder dar livros de presente não é? Principalmente em um lugar mágico como a bienal do livro. Imagina ver uma criança com os olhos brilhando, mas sem condições de adquirir o desejado livrinho?! Aiin.
    Sei como é mergulhar de cabeça na bienal. Ano que vem pretendo ir todos os dias - ou na maioria. Já programei as férias, estou separando dinheiro, e lá vou eu! hahaha

    Esse bate papo deve ter sido incrível. Escrever não é fácil mesmo! Ainda mais com eles leitores antenados de hoje rs

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  16. Cheguei atrasada porque fui direto do trabalho, mas adorei o que vi do bate-papo. Quando fiz postagem lá no blog disse para ficarem de olho aqui, porque tinha certeza que você ia falar bastante sobre o bate-papo, já que te vi anotando várias coisas! =)

    Adorei te conhecer, Tania, espero que nos encontremos em outros eventos!

    Achei o máximo você ter presenteado uma pessoa, muito legal mesmo a atitude! Realmente dava gosto ver todas aquelas crianças e adolescentes circulando com olhinhos brilhantes. =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi Tania, tudo bem???
    Eu também adoro a Ju!!!!!!!! Que inveja, também gostaria de poder conhecer vocês duas!!!!!! Sabe, as crianças possuem uma capacidade muito grande de me comover e de me surpreender. Adorei essa história do menino de 11 anos, fiquei impressionada. Gostaria de ter estado lá também. Que pensamento lindo você teve, que bom seria se pudéssemos ajudar todas as pessoas!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

  18. Amei seu cantinho,segue eu sigo de volta?deixe o link do seu blog no meu blog,para que assim eu possa estar te seguindo de volta
    http://anunciosparceriasdivulgacao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir