slide

Estranha Perfeição

06 agosto 2014


Estranha Perfeição
Abbi Glines
204 páginas

“O melhor de Estranha perfeição é a paixão e a vulnerabilidade de Woods e Della.” The Autumn Review
SINOPSE: Della Sloane não é uma garota comum. Ansiando se libertar do seu passado sombrio e traumático, ela planeja uma longa viagem de carro em busca de autoconhecimento e dos prazeres da vida real. Seu plano, no entanto, logo encontra um obstáculo: o automóvel fica sem gasolina em Rosemary, na Flórida, uma cidadezinha praiana no meio do nada. Neste cenário, ela conhece o jovem Woods Kerrington, muito disposto a ajudar uma menina bonita em apuros. O que ela não sabe é que Woods é o herdeiro do country club Kerrington e está de casamento marcado com Angelina Greystone, uma união arranjada que culminará na fusão de suas empresas, garantindo o futuro profissional do rapaz. Uma noite despretensiosa parece a solução perfeita para Della e Woods fugirem por um tempo de tanta pressão. Do passado que ela gostaria de esquecer. Do futuro de que ele tantas vezes tentou escapar. Mas eles não poderiam prever que a atração os levaria a algo mais quando os seus caminhos se reencontrassem. Agora precisam aceitar suas estranhezas para descobrirem a perfeição. Se você é fã da série Sem Limites, vai adorar este delicioso romance ambientado no mesmo universo sedutor criado por Abbi Glines.



Gente, não canso de reconhecer, admirar e me apaixonar pela escrita, foco, objetividade e criatividade de Abbi Glines, que mulher é esta que nasceu para escrever, ela é fantástica!?!?

Em Estranha Perfeição Abbi nos convida a entrar no mundo de Woods Kerrington que conhece Della Sloane em um posto de abastecimento de combustível, ela que tem 18 anos, é linda, o tipo livre, leve e aprendendo a ser solta, já que foi aprisionada emocionalmente e fisicamente durante boa parte da sua vida, bom isto é coisa para você descobrir com a leitura desse belíssimo e sensual romance. Ela é uma pessoa única, que valoriza coisas pequenas por razões que ocultarei aqui. Della gosta de dançar na chuva, cantar (e sempre usou este recurso para combater o medo da escuridão a que foi exposta quando criança e parte da adolescência e olha que a menina canta muito), gosta de filmes dos anos 80, de rir e conhecer pessoas novas. Amei a Della por ela traduzir um pouco do meu espírito. Ela não tem nenhum parente já que seus pais se conheceram em um abrigo para crianças abandonadas, se casaram tiveram um filho e quando Della era recém nascida aconteceu uma tragédia que afetou drasticamente sua mãe que a partir disso foi descompensando emocionalmente e temendo cada vez o mundo exterior, assim se isolou completamente junto com a filhinha.

Quando criança Della só tinha contato com o mundo exterior quando fugia a noite para olhar a lua e as estrelas, ela e sua mãe eram tidas como vampiras pela vizinha também criança na ocasião, Braden que ficava vigiando e via quando Della saia à noite. Aos poucos Braden foi se aproximando e estabelecendo contato e acabaram se tornando amigas, inclusive foi Braden que levou Della a um baile no final do seu ensino médio, note que Della nunca foi à escola, a mãe foi sempre quem lhe ensinou tudo. Mas, nesta noite uma outra tragédia acontece e esta aumentou as marcas que Della já carregava, agora ela traz uma história de vida sombria e carrega consigo o medo de um dia ser como a sua mãe.

Mas, mesmo com toda instabilidade a mãe lhe ensinou coisa fantástica e esta mulher ganhou meu respeito e sentimento, olhem isto: “Você precisa fazer esse trabalho. Para ser inteligente, você precisa ler Sakespeare. Ele vai lembrar você como o mundo pode ser perigoso.” Tirando esta parte dolorosa do mundo perigoso amei o conselho para ler Shakespeare, não é demais?

Meu povo, só peço que não julguem a mãe de Della, uma mulher sem base e que precisava muito de parentes ou amigos que a amparasse, mas estes nunca existiram em sua vida, vocês entenderão tudo lendo o livro e como um drama pode ser o gatilho para desencadear toda instabilidade psíquica e emocional de uma pessoa.

Assim, a única amiga de Della e quase irmã é Braden e, cada vez mais eu acredito que os laços que unem uma verdadeira família não são necessariamente os de sangue. O amor fraternal entre estas duas é tão grande que quando se casa Braden leva Della para sua casa e é bem aceita pelo Kent, marido fofo de Braden. Pois bem, Braden entrega seu carro a Della para viajar sem rumo, se aventurar, descobrir lugares, descobrir e encontrar a si mesma.

E quem é Woods Kerrington? Ah! Já o conheço um pouco e comecei a flertar com ele no livro Tentação sem limites, ocasião em que eu esperava que ele se tornasse em um vilão bad boy que atormentaria Blair e Rush, entretanto, ele foi um verdadeiro amigo, cuidadoso e preocupado com Blair, claro que a princípio ele ficou interessado nela, mas esta é outra história. Voltemos a Woods, ele é gentil, justo, às vezes possessivo, lindo, inteligente e muito mais. Um dos seus maiores projeto de vida é assumir a vice-presidência do Country Club de propriedade de seu pai que é controlador, egoísta, calculista e impõe condições absurdas para que Woods um dia assuma o cargo, é realmente uma situação lamentável e o pior é que Woods acaba fazendo todas as vontades do pai que para aumentar os negócios obrigará o filho a assumir o compromisso de se casar com Angelina, esta que aceita a vontade do seu pai outro frio e calculista e tudo para que aconteça fusão dos negócios das duas famílias, muito nojento tudo isto.

Woods sempre enrolou prorrogando a decisão de se casar, pois não admite um casamento de fachada, apesar de não ter nunca vivido um grande amor, ele acredita nisto graças ao amor que existia entre seus avós paternos. Vejam que conselho mais lindo o avó lhe deu quando ainda era adolescente e recado para todos nós.

“Não deixe passar o amor de uma boa mulher, meu filho. Não importa importa o que seu velho diga, o amor é real. Eu jamais obteria sucesso sem aquela mulher ali (se referia a esposa e avó de Woods). Ela sempre foi a minha base. A razão por trás de tudo o que eu fiz. Um dia, a carreira deixa de ser algo tão importante. Mas quando estamos fazendo isso por outra pessoa, por quem moveríamos o céu e a terra, nunca perdemos o desejo pelo sucesso. Não consigo imaginar o mundo sem ela. Nem quero imaginar.” P.122

Voltemos ao posto de combustível onde Woods observa uma garota que não sabe como manusear aquela parafernália e abastecer o carro, então eis o salvador Woods que explica para a fofa Della o passo a passo de como abastecer, programar a máquina e pagar com cartão. Apesar de eu já ter lido a indignação de pessoas com esta parte da história achando um absurdo Della não saber o básico, acreditem realmente existem coisas básicas e simples para muita gente e estas coisas são totalmente desconhecidas de outras pessoas, não creio que a autora tenha colocado algo utópico, existem pessoas neste mundo que desconhecem muita coisa.

Pronto o carro está abastecido, trocaram algumas informações, mas Woods está imaginando coisas com aquela fabulosa garota. Muito atraído por ela a convida para jantar, ela fica em dúvida, mas acaba aceitando. Woods que não é bobo percebe também a atração que ela parece sentir por ele e se pergunta: que problema teria uma noite de sexo casual? Assim, após jantarem e Della ter tomado duas margaritas fica mais alegre, entretanto o fofo Woods a quer sóbria. De repente, paira uma preocupação na cabeça dele: ela parece ingênua e ele não deseja ser um crápula, indaga se é realmente o que deseja, ela diz que sim porque não conhece prazer algum. Bom, daí para frente não preciso contar o que aconteceu nesta noite de luxuria esplendorosa para ambos.

Cada um seguiu seu caminho, mas como esta vida é às vezes muito engraçada e vive nos pregando algumas peças (adoro isto), esta coisa que chamamos de vida, de destino, de conspiração do Universo... Opa!! Olha eu aqui filosofando e imaginando coisas, sigamos. Della chega em Dallas começa a trabalhar em um bar, conhece o barman bonitão Tripp que se torna seu amigo e certo dia ela sofre uma decepção, fica sem rumo e deseja interromper sua aventura de redescobrir lugares e a si mesma. É lindo como Della tem valores exemplares e um deles é nunca se envolver com qualquer pessoa comprometida.

Tripp aconselha a amiga a não desistir de sua busca, pede que vá para Rosemary Beach e fique em seu apartamento que já está vazio faz tempo. Della não sabe, mas o cara é uma pessoa que sabe o que quer e abriu mão do controle do pai que queria obriga-lo a seguir um caminho que não desejava, contrariando todos ele caiu no mundo. Em outro livro vocês conhecerão Tripp esta figura interessante que respeita, cuida e tem demônios a serem domados. Tripp além de ceder o apartamento telefona para o primo Jace e pede para que ele arrume um emprego para Della no Clube de Golf.

Então, temos uma garota recém chegada a Rosemary, uma entrevista agendada, ela arrumadíssima encontra alguém conhecido e se surpreende ao saber que Woods será seu chefe, ele que jamais esquecera aquela noite e ela também não, afinal ele propiciou-lhe sensações nunca sentidas.
“Ela queria saber como era um sexo bom e experimentara com Woods um sexo fora de série.”

Um casal uma atração incontrolável, um compromisso de casamento para garantir a ampliação dos negócios de duas famílias, uma noiva desequilibrada e conscientemente manipulada pelo pai. Mas, Woods sabe o que quer... Della, mas será que a terá, conseguirá se desvencilhar do pai controlador e chantagista que fará qualquer coisa para afasta-lo do seu verdadeiro amor. Woods desistirá do seu projeto de vida? Della tem muitos demônios e insegurança, até que ponto um homem suporta estas questões?

“Ele estava sofrendo de alguma forma. E eu também havia sofrido por muito tempo... Completamente sozinha. Para mim, era fácil identificar o sofrimento nos outros. Ele me atraía de uma forma estranha e perversa.” P.73

“Nós só temos uma vida e pronto. Eu sabia disso mais do que a maioria das pessoas. Havia perdido a primeira parte da minha vida. Ele ia perder a parte final em uma situação muito parecida”. P.75

É inacreditável o que o pai de Woods fará com a Della, se preparem para ficarem “P” da vida, alguns endinheirados realmente não tem limite algum.

Uma informação legal é que nesta história continuamos convivendo com o engraçado e sem noção Jimmy, Bethy é uma linda com Della, aliás Bethy está mais madura e mantém o seu lado solidária que é fantástico, ela se torna amiga de Della.

Esta história é mais que surpreendente, agradável, como os livros anteriores da Abbi Glines de leitura fluída, sensual na medida certa, tem cenas quentes, mas dentro de um contexto lindo de romance, vulnerabilidade, descoberta do amor e do poder deste. Temos a possibilidade de verificar que é possível sempre resinificar muita coisa na vida.

“Nem todo mundo vê você da forma como você mesma se vê. Às vezes, nossas imperfeições são o que nos tornam especiais.” P.100

Agora curtam a playlist das músicas que constam em Estranha Perfeição... amo música.
                                           Estranha Perfeicao by MARIA TANIA SILVA BUENO on Grooveshark

Beijos imperfeitos, afinal a perfeição é algo a ser perseguido sempre!
Tânia Bueno


20 comentários:

  1. Olá =3.
    Eu não curto muito new adults, por esse motivo não me interessei muito por esses livros que a Arqueiro está lançando, mas tenho lido vários comentários positivos.
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. A Abbi Glines é mais uma autora da Arqueiro que eu preciso conhecer, está na mesma listinha que Julia Quinn, Nora Roberts e Lisa Kleypas. A cada resenha positiva que vejo, fico mais empolgada pra ler, até porque tem hot no meio de toda a história. kkkkk
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  3. Que vergonha! Nunca li nada da Abbi Glines! Logo no comecinho, só de ler "escrita, foco, objetividade e criatividade" e "ela é fantástica", já me arrepiei. Acho que preciso mergulhar nesse mundo e ainda não dei o primeiro passo, talvez ele seja Abbi Glines. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Tânia
    AHHH.. Woods, acho que você já sabe que só apaixonada por esse homem e quando descobri que seria lançado a série com ele surtei. Já li Estranha Perfeição é gostei muito. Acho que a maioria das pessoas que leram a série Sem Limites achavam que o Woods seria um vilão, mas ele foi tão fofo. Em Estranha Perfeição, adorei a forma como ele foi trabalho, de saber de seus problemas e tudo que passa com aquele pai horrendo. Adorei e já quero a continuação.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  5. Essa autora nos conquista com seus livros os do Rush simplesmente amei, nos prende muito a atenção, esse ainda não li, e confesso que fiquei interessada para saber mais sobre a vida Woods e seus dramas familiares e como sairá vivendo essa paixão com Della. Subindo para topo da lista de leitura. beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca li nada dessa autora e confesso que não me interessava por esse livro, sei lá, ele não me chamava a atenção, sabe? Mas vendo a sua resenha fiquei um pouquinho curiosa sobre a história, ela parece ser bacana e bem bonita.

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  7. Depois de tantos elogios a autora é impossível não querer folhear nem que seja a lista de supermercado dela; Pena que ela escreve esse gênero literário (lágrimas)!
    Uma super resenha dessa com tantos detalhes chamativos, fica de se esperar uma vontade avassaladora do livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oie,

    Essa autora parece ser a nova queridinha dos New Adults, li poucos livros do gênero, mas posso dizer que gostei muito, não sei se esse entraria pra minha lista, mas como não quere ler depois de sua resenha, tô me segurando pra não ir comprar logo o livro!

    Mayla

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Não sou muito fã de livros new-adult e isso pesa no meu desinteresse pela obra. Sempre leio maravilhosas resenhas, inclusive a sua, mas nenhuma desperta em mim a vontade de ler. Apesar de nao curtir acho que os fãs do gênero vão adorar Estranha Perfeição.

    Abraços
    Adriano Gutemberg
    GeraçãoLeitura.com

    ResponderExcluir
  10. Tania, eu também ando flertando com Wood faz tempo rsrs.
    Adorei o fato da autora ter dedicado um livrinho só pra ele.
    Sabe que você conseguiu me deixar curiosa sobre a mãe de Della, porque a mulher vivia isolada do mundo com a filha?!
    Gente, mas o que o pai de Woods aprontou com Della?!....o livro tá no kindle, preciso arrumar um jeito de ler e encontrar respostas.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. Woods, Woods, Woods! <3 Eu amo esse cara! Sou apaixonada por ele! Ele é tão amor!

    Adoro os livros da Abbi! Ela é uma das minhas autoras prediletas ;)
    O Woods me ganhou nos primeiro livro da série, mas quando li o segundo fiquei mais encantada por ele, pelo seu senso protetor, e quando eu li o livro dele, não deu outra, Me apaixonei irremediavelmente ;)
    Eu adoro a Della tbm! O livro 2 deles é bem legal tbm!

    Adorei a resenha!
    Beijos!
    http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. É tão bom quando a gente se apaixona pela escrita de uma autora, né? Tem dias em que eu sinto uma vontade absurda de ler a saga Rosemary Beach, mas em outros dias (como hoje) consigo me convencer de que já tenho séries demais lidas pela metade para encarar uma nova. Apesar de tudo o que você disse, da leitura fluir, de ser sensual e ter cenas quentes sempre em um contexto legal, no momento não tenho interesse na leitura.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Olá, apesar de ter visto várias resenhas acerca dos livros da autora e de choverem elogios à ela e tudo mais, ainda não me interessei por nenhuma obra da mesma. Não gostei muito das premissas dos livros anteriores e também não vi muita graça nesse, mas acho que é porque eu não curto muito esse tipo de livro haha essa autora deve ser muito boa mesmo no que ela se propõe a escrever! Quem sabe ainda dê uma chance a ela.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Tania, tudo bem???
    Você não vai acreditar, mas sabe essa frase que disse no final? Estive falando sobre isso outro dia. As vezes, nossa personalidade (composta de defeitos e qualidades) não agrada várias pessoas. E, de repente, justamente essas qualidades e defeitos são justamente o que um outro alguém procura.
    Isso não é incrível???
    É ou não é a sua outra metade???
    Como sempre, sua resenha arrasou, você sempre levanta questões que me fazem refletir.
    E esse Woods??? Para tudo!!!!!!!!! Não vejo a hora de cruzar o caminho dele, risos... isso se a Taty não atrapalhar, ultimamente ela tem disputado comigo, kkkkkk.
    Beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  15. Oi Tania,

    Eu li esse livro e gostei muito, realmente o Woods é um fofo e seu pai um idiota.
    Adorei a escrita da Abby é super rápida e leve, mesmo abordando temas complexos e pesados.

    Beijos,

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu odeio o pai do Woods, e outra personagem filha da mãe e não é a Nan, apesar que detesto ela também! ahhahaha
    Abbi despertando meu lado maligno! ahhahaha
    Mas ela me faz amar tantos também que não vou reclamar! Oooo meu coração!
    Flor Tania, se prepare para os próximos livros!
    Beijos! <3
    Paulinha Juliana - Overdose Literária
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu preciso conhecer a autora! Sua afirmativa no inicio da resenha é quase um intimação para que leiamos os livros da Abby hahaha
    Livros que tem spin-offs e que nos permitem continuar acompanhando a vida dos primeiros personagens são um amor <3
    Curto demais essa pratica,

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  18. Oi Tania
    Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas a história parece ser maravilhosa e você conseguiu aguçar minha curiosidade para conhecer melhor a história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi,
    Sempre estou lendo muito elogios da escrita da autora, pelo que percebi ela é realmente fantástica.
    Gosto de personagens que estão começando algo, como aqui você mencionou que ela está aprendendo a ser livre e solta depois de anos.
    Às vezes nossos amigos são parentes que escolhemos muitas outras mais presentes do que os de fato...
    Juro que no inicio das primeiras resenhas que liam imaginava algo mais quente, mas o que entendi lendo sua resenha é que tem sim essas partes, mas tem o contexto antes de tudo.
    Gostei e pretendo ler a serie.


    Eu também gosto muito dessa música.
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  20. Oieeee, a Abbi Glines com certeza é a melhor escritora deste gênero para mim, eu simplesmente amo os livros dela, já li este e os dois primeiros da série Sem Limites e eu confesso que gostei mais dessa protagonista do que da outra série. Acho que é por causa que a Della sofreu aquele impacto com sua família e depois disso ela ainda carrega traços dessa tragedia, acho que a fragilidade e a vida difícil que ela teve me deixou mais encantado com ela, me apaixonei na história e não vejo a hora de ler a continuação, Abraços.

    ResponderExcluir