Resenha: Ariel e a pérola da sabedoria - Paul Ruditis

31 março 2018

Resenha por: Tânia Bueno
Título: Ariel e a pérola da sabedoria
Autor(a): Paul Ruditis
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Literatura infantojuvenil
Páginas: 256
Compre e Compre: Buscapé
Adicione: Skoob 
Nota:
Sinopse: Ariel é a princesa-sereia caçula do reino submarino governado pelo Rei Tritão, seu pai. A vida da Pequena Sereia é repleta de compromissos reais entediantes e aulas cansativas, sendo sempre supervisionada pelo conselheiro real, o siri Sebastião. A maior diversão de Ariel nas horas vagas é explorar o mar com seu inseparável amigo, Linguado, à procura de tesouros provenientes do mundo humano, que tanto sonha em conhecer.
Porém, tudo muda quando, em um passeio, conhece Nyssa, uma jovem sereia rebelde que a envolve em uma incrível e perigosa aventura em busca de um dos maiores mistérios dos sete mares: a Pérola da Sabedoria. Será que nossa Pequena Sereia vai dar conta desse mistério sem se meter em confusão?

Hoje vamos de um infantojuvenil delicioso Ariel e a Pérola da Sabedoria, publicação da Universo dos Livros em parceria com a Disney. Todos conhecem, leram o conto, contaram histórias para crianças, assistiram aos filmes ou, ou ouviram falar da linda sereia ruiva, filha caçula do Rei Tritão, aventureira por natureza, divertida e alegre por essência, curiosa e encantada pelo mundo fora do mar, gosta dos humanos e é ávida por conhecer tudo que se refere a eles e ao lugar em que vivem.

"Os humanos sempre criam artefatos interessantes para as coisas que eles não querem fazer por conta própria. Estão por todo lugar na terra firme." (pag. 22)

Ariel vive explorando tesouros submersos junto com seu fiel amigo Linguado, tudo isso escondido do seu pai e de qualquer habitante do reino de Atlântida. Ela coleciona várias relíquias e graças à sua amizade com a Gaivota, sua ligação entre o mundo das águas e a terra, tem informações sobre os objetos que recolhe de navios naufragados. Mas, em uma de suas explorações conhece a misteriosa e desbravadora sereia morena Nyssa, aos pouquinhos ela vai se revelando a Ariel que se impressiona com o jeito livre e até perigoso de Nyssa que está em busca da Pérola da Sabedoria e Ariel embarca nessa aventura desafiando perigos e se arriscando, muitas vezes ignorando a voz interior de alerta e também a voz exterior do amigo um pouco medroso e um pouco cauteloso, mas muito influenciável e fofo Linguado.

"Já vi o sol nascer dezenas de vezes na costa. Não tem nada que se compare à terra ganhando vida. Tudo sai das sombras esverdeadas e explode em cores! É um verdadeiro espetáculo." (pag. 135)

Temos os seres das profundezas Balão que é uma barracuda que quer dominar o reino e para isso precisa decifrar enigmas que o levará à pérola da sabedoria para isso conta com as águas-vivas Cowl e Bell que queimam e causam dor, para conseguir o que quer Balão não mede esforços e causa dor a alguns Sereianos. Na corrida para conseguir a Pérola da Sabedoria temos Nyssa, que tem um segredo que quando o leitor descobre corta o coração, mas ela terá que aprender a confiar em algumas pessoas, aceitar que precisa de ajuda caso contrário algo horrível acontecerá.

Com Ariel e os demais personagens o leitor é levado a refletir sobre lições importantes, tais como, sermos o que somos; sermos responsáveis por nossas escolhas – elas certamente influenciam nossas vidas e precisamos nos responsabilizar pelo que nossas decisões desencadeiam sejam favoráveis ou desfavoráveis a nós, aos outros, ao presente ou ao futuro – sim, somos frutos das escolhas que fazemos também... Mas, sem arriscar jamais saberemos como seria, e viver na mesmice, pelo menos para mim, é algo extremamente chato.  Além de tudo isso, entramos em contato com a importância da amizade e de confiarmos em algumas pessoas, precisamos aprender a somar e multiplicar; a preciosidade que é a família para nos desenvolvermos de forma saudável e firme, afinal é muito gratificante poder eleger a família como um porto seguro, o lugar para onde voltamos quando precisamos seja para compartilhar e dividir alegrias e vivências; seja para recarregar as baterias e iniciar uma nova aventura, outras viagens em mares ainda desconhecidos.

O autor se esmerou na criação dos personagens e na inovação da história que não é uma releitura da famosa história conhecida do grande público, a realidade da descrição de tudo é muito envolvente, tanto que me senti participando de tudo, parece que você sai da terra firme e vive no mar de uma forma muito natural, um delicioso realismo. Para mim foi como se eu estivesse em um filme. Realmente muito interessante a forma como o autor Paul Ruditis concebeu a história que é leve, deliciosa e fluida.

Portanto, leitura mais que indicada.

Livros já resenhados:

Um grande beijo
Tânia Bueno

Comente com o Facebook:

20 comentários:

  1. Já li. Amo e recomendo.
    Eu curto muito clássicos, contos e ainda mais essa leva de contos se tornarem mais atuais.

    Como toda história do gênero, essa não seria diferente e nos faz refletir sobre lições, nos faz ter certeza que a cada escolha que tomamos somos responsáveis também pelas consequências..


    A leitura é fluída, rápida e deliciosa!

    Amei!

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros infantis e infanto-juvenis, sempre que tenho a oportunidade compro para o meu filho e é claro leio também. A história da Ariel é uma das minhas favoritas. Adorei a resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Ariel é uma das minhas personagens favoritas e me arrependo de não ter comprado este livro quando tive oportunidade. Pensei que seria uma leitura boba, mas pela sua resenha sinto que teria muito pra refletir rs. Já quero <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Esse ano trabalhei alguns meses na biblioteca de uma escola estadual, e tinha vários livros desse gênero, confesso que amo os filmes mas, nunca havia lido os livros. Como achei as capas lindas, devorei vários deles em uma semana, Ariel foi um deles, por isso concordo totalmente com a sua resenha.

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiii Tania

    Minha filhinha é super fã de personagens infantis, e estou tentando ver se ela começa a apreciar mais livros emenos TV. Gostei da dica desse infanto juvenil, achei uma opção legal, até porque Ariel não é um personagem tão explorado e cometnado como foi até pouco tempo a Bela por exemplo (ao ponto de ter me saturado sinceramente)... Vou antoar essa dica pra minha filhinha, obrigada


    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Que legal saber que a trama é bem desenvolvida, mas não se trata de uma releitura, sobressaindo pela originalidade. Gosto bastante da personagem, mas conheço pouco da história de Ariel. Fiquei com vontade de conhecer mais a fundo.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Olá! Aaaaah como eu amo a Ariel <3 minha princesa favorita da Disney, gostei bastante da sua resenha e de saber que o autor criou um enredo novo e não se prendeu a uma releitura.. E também de saber que vc se sentiu participando da estória, acho isso muito importante em livros infanto-juvenis pois incentiva a leitura <3 Bem bacana a dica!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  8. Olá, que bom saber que curtiu essa leitura e que o autor fez um bom trabalho. Eu gosto bastante de histórias que tragam personagens da Disney e conhecendo esse livro através da sua resenha, acho que é uma leitura que eu faria.

    ResponderExcluir
  9. Primeiro eu quero dizer que adorei o novo layout do seu blog, está um charme que só!
    Sobre o livro, eu ainda não conhecia essa edição e fiquei interessada em realizar a leitura, acho que pode me agradar muito.

    ResponderExcluir
  10. Oi Tânia sua linda!
    menina que legal descobrir que não é uma releitura, eu sempre pensei que se tratava disso, fiquei super curiosa agora ao descobrir que o autor criou uma história nova. Amei a tua resenha bem esclarecedora e com certeza consegue atrair a minha curiosidade para a leitura.
    Beijooos querida.

    ResponderExcluir
  11. Parece uma leitura bem gostosa de fazer sobre a Ariel. Bem interessante.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  12. Tânia, que legal conhecer essa edição. Adoro a história da Pequena Sereia. Como você falou, essa é uma personagem que nos faz refletir sobre diversos aspectos da vida. Ainda tem essa questão da amizade, que é sempre muito cativante essa forma de amor.

    ResponderExcluir
  13. Literatura Infamto-juvenil é meu amorzinho! Amo esse gênero que é por muitos desprezado, né? Gostei muito de saber um pouco mais sobre essa história, e descobrir que o autor inovou e não recriou é bem interessante, principalmente se tratando de uma história tão conhecida com o da pequena sereia. Que bom que o livro traz reflexões sobre escolhas e amizade, pois elas são coisas cruciais para a nossa vida. Torço para ler essa obra em breve. Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  14. Oi Tânia, engraçado que já tinha visto alguns desses livros em circulação, mas não sabia qual era a proposta então nem me animei a ler. Acho interessante usar personagens famosos para contar histórias novas, principalmente para os leitores mirins, pois toda mais fácil de construir os personagens em sua mente.

    Beijos
    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas achei bem interessante, ainda mais por não se tratar de uma releitura. Parece que o livro traz boas mensagens e fico feliz que o autor tenha tinha habilidade na construção dos personagens e da história.
    Apesar de não ser meu estilo de leitura, adorei a resenha e acredito que seja uma ótima opção para o público mais jovem.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Estou amando ler releituras e Ariel é um das minhas personagens favoritas da Disney. Adorei saber que o autor não se limitou a contar a mesma história, mas trouxe algo de inovador.
    Sua resenha está maravilhosa e vou anotar a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  17. olá,Tânia... bem, Ariel não é um das minhas personagens preferidas, então não faria muita questão em fazer a leitura, confesso... mas seria uma boa obra para indicar aos meus alunos, alguns amam as histórias da pequena Sereia, e conhecer essa trama que não se trata da já habitual seria uma boa pra eles...
    bjs...

    ResponderExcluir
  18. Oiii tudo bem??

    Não consigo gostar desses livros que são escritos em cima de desenhos ou de filmes. Simplesmente não é para mim, mas é bom saber que trouxe algo construtivo sobre as atitudes de Ariel.
    Adorei a resena.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  19. Aaah que livro fofoo! Deve ser uma nostalgia maravilhosa ler uma história de uma das personagens da Disney, e esse também parece expor ao leitor algumas lições muito bonitas. A sua resenha está ótima,obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  20. Eu ainda não li nenhum livro desse universo da editora, ao contrário da minha colaboradora, que já leu alguns, porém gosto muito do estilo e assim que possível, pretendo ler e não acharia ruim se o primeiro fosse esse da Ariel! Rsrs

    ResponderExcluir

Autores Parceiros